DiegoFloresta

Usuário Growroom
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutral

Contact Methods

  • Website URL
    www.insightoday.blogspot.com

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    BR - PE

Últimos Visitantes

440 visualizações
  1. Estou ouvindo: MAIZ - LA RAZA (Reggae bilíngue - ES/EN) Muito, muito bom! Ouçam :3
  2. Comecei a fumar com 21 anos, mas conheço gente que começou com 14-15-16 e não acho que teria sido bom para mim ter começado nessa idade.
  3. Só existe mercado paralelo porque não pode haver um mercado legal. O que mantém o mercado paralelo não é a droga, mas as leis anti drogas. Portanto, a culpa não é das drogas e sim dos legisladores que só atuam em causa própria, baseando-se em seus conceitos rígidos e ideias ultrapassadas. 
    Como qualquer mercado, a mão de obra acompanha a demanda, por isso é utópico pensar que a maconha que vem do Paraguai vai parar de vir no dia seguinte a legalização. A maconha não é o único produto comercializado pelo mercado paralelo, logo sua legalização não acabaria com o tráfico que ampliaria seus negócios e, aos poucos, a maconha daria lugar a outras drogas ainda proibidas no mercado da droga. Nesse sentido, o mercado paralelo só deixaria de existir se todas as drogas fossem descriminalizadas e tivessem sua comercialização regulamentada. Por isso, a nossa luta não é acabar com o tráfico, mas separar a maconha das outras drogas.

  4. Desculpem se postei no lugar errado, sou novo aqui. Agora, depois da resposta de alguns, percebo o quão é inocente a minha pergunta e o quanto tenho que aprender, mas as opiniões de outros, ditas em desapreço e que não agregam valor algum dificultam a busca pelo conhecimento dos novatos... Organizei os pensamentos de alguns que quotei na estrutura abaixo: Como a legalização da maconha na conjuntura atual do Brasil afetaria a sociedade? A maconha é a matéria prima de um mercado negro que gera muitos empregos. O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia fariam após a demissão em massa provocada pela legalização da maconha para continuar sustentando suas famílias? (Desculpem o teor tendencioso da pergunta, tive minhas intenções... Entendedores entenderão. haha'). Só existe mercado paralelo porque não pode haver um mercado legal. O que mantém o mercado paralelo não é a droga, mas as leis anti drogas. Portanto, a culpa não é das drogas e sim dos legisladores que só atuam em causa própria, baseando-se em seus conceitos rígidos e ideias ultrapassadas. Como qualquer mercado, a mão de obra acompanha a demanda, por isso é utópico pensar que a maconha que vem do Paraguai vai parar de vir no dia seguinte a legalização. A maconha não é o único produto comercializado pelo mercado paralelo, logo sua legalização não acabaria com o tráfico que ampliaria seus negócios e, aos poucos, a maconha daria lugar a outras drogas ainda proibidas no mercado da droga. Nesse sentido, o mercado paralelo só deixaria de existir se todas as drogas fossem descriminalizadas e tivessem sua comercialização regulamentada. Por isso, a nossa luta não é acabar com o tráfico, mas separar a maconha das outras drogas. Obrigado, senhores, por contribuirem com a formação do meu conhecimento.
  5. Tá bem, man... Achei que aqui seria o ideal pra postar. Depois coloco a pergunta em Comportamento, tem como apagar o tópico depois? Aonde eu vejo que o board ativismo é para marcar encontros e definir ações? Eu li as regras e tal, mas sou novo aqui.
  6. Cara, a coleta de dados não é para uma simples pesquisinha, é para a formação do meu pensamento a respeito da maconha, é minha busca por conhecimento, isso algo de valor para mim, se não é para você o problema não é meu. Ativistas não precisam conhecer o cenário que defendem? Eu quero aprender para poder ser ativista, "ativistas" desinformados só denigrem ainda mais a imagem da maconha.
  7. Esse "trabalhador armado" não tá "empregado", o cara tá no mundo do crime, simplesmente. Desenvolva, champion. Seu posto de "trabalho" será substituído por um emprego formal, de carteira assinada! Depois da legalização o traficante vai entregar curriculum para ser caixa de supermercado é, lindo?
  8. A maconha é a matéria prima de um mercado negro que gera muitos empregos. O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia fariam após a demissão em massa provocada pela legalização da maconha para continuar sustentando suas famílias?