Ir para conteúdo
Growroom

H. H. Costa

Usuário Growroom
  • Total de itens

    46
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

60 Excellent

1 Seguidor

Últimos Visitantes

1243 visualizações
  1. H. H. Costa

    Livro de Poesia

    Poesia para Não Poetas _\l/_
  2. @FCM Então, acho que vou dar uma opinião um tanto pessoal. Não vou debater sobre "potenciais danos". Vejo, talvez, "potenciais danos" como algo de um processo longo prazo..mas não me atrevo afirmar isso ou aquilo. A curto prazo não consigo sequer imaginar, alguém que começou a fazer uso da maconha e depois de 1 ano fumando ficou 30% mais burro. Ou pessoas sem Histórico Patológico, desenvolver um Deficit de Atenção, Altismo, Alzheimer, ou algo relacionado. Existem casos onde o uso da maconha pode contribuir para o desencadeamento de uma depressão, assim como a cur
  3. @marcelo.gt Cara, vou tentar ser mais objetivo. Que bad.. acho que a quantidade fumada também tem grande influência nas "bads". O que você deve observar é se esses pensamentos tem acontecido com frequência, se já teve um pensamento semelhante a respeito de outras pessoas. Caso foi uma coisa que aconteceu pela primeira vez, pode ficar numa boa. O que acontece, principalmente devido a quantidade fumada, é que a maconha causa uma alteração psíquica, princípio ativo. Nosso inconsciente fica acessível, ganha mais força para se expressar...abre as portas da percepção.
  4. Então camarada..é uma Trip e tanto! Como você é acostumado a fumar prensado, sem dúvida sentiu o efeito do Skank com mais potência, hoje existe uma grande diversidade de ervas e formas de cultivação. Plantas híbridas, hidropônicas, alteração genética, tudo para potencializar os variados efeitos ativos da planta. A quantidade que você fumou certamente influenciou na "badtrip", como a quantidade de álcool ingerido, em exagero: nunca é uma boa combinação. Bom que teve pontos positivos e negativos..para reflexão. No mais, tudo tranquilo, essas situações fazem parte do nosso his
  5. na real já até sei a raiz do problema, precisaria de alguma ajuda no método pra sair dele

  6. Falai man..tranquilo?

    Velho eh o seguinte, to passando por um momento bem ruim na vida..gostaria de ter uma boa conversa com vc..uma conversa que me faça cair na real da minha vida..vc poderia me ajudar?

    Se quiser, posso te mandar uma grana (espero que não seja mto hhaha) embora pretendo não te ocupar mto o tempo..

    Aguardo a resposta

    obrigado

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. daydreamin'

      daydreamin'

      Demoro então mano,só preciso confirma que dias que minha coroa sai de noite..mas acho que poderia ser terça ou quinta..ai me fala que dia seria melhor pra vc

      valeu eu mann!

    3. H. H. Costa

      H. H. Costa

      Pra mim Quinta, 20h seria ideal.

      Sem pressa..

    4. daydreamin'

      daydreamin'

      Ta marcado então velho

      Até lá, abraçao!~

  7. Cara, eu mesmo fiz a revisão, confesso que é bem cansativo e que alguns erros passam por causa da associação da palavra já instituída na mente. Vou fazer uma outra revisão com mais calma pra identificar estes erros, salvo aqueles na qual utilizei um vocabulário mais informal, pois quis escrever como se estivesse contando a história para o leitor, utilizando uma linguagem mais urbana, do jeito que se fala, mas valeu pela ideia! Espero que viaje na leitura.. Valeu!
  8. Cara, fiquei dias pensando no que te "dizer".. Como você relatou, o uso contínuo dos SSRI's no seu caso, está perdendo o efeito, devido à uma imunização corpórea. Não sei ao certo à quanto tempo tem feito uso deles, mas se está buscando um tratamento mais "ousado" é uma boa alternativa. Sei que pesquisadores já identificaram alguns casos de depressão genética, não contesto. Porém não acho muito interessante se apegar à esse "rótulo". Entendo que um quadro depressivo é algo muito complexo, existem N fatores que influenciam no mesmo, mas acredito na cura, cura enquanto reconh
  9. Cara, Não passei, mas tem um amigo que quando fuma, sente a "onda" por dias, uma vez chegou a durar quase uma semana. Ele desenvolveu uma maior sensibilidade, ao longo do tempo, pode ser um caso parecido com o seu.. Se você estiver sentindo essa dormência mais concentrada no rosto, observe, pois pode ser um princípio de paralisia facial, no mais, acredito que logo vai se normalizar.
  10. Então brother, só uma ideia antes, sem títulos, aqui é eu e você, tá ligado?! (na humildade) Olha a questão é que os SSRI's tem uma "receita" bem ampla, no que pode ser receitado desde ansiedade, depressão até transtornos da personalidade. De um aforma generalista, mas bem específica, a ideia de usar a Cannabis diariamente, é subjetiva, depende de cada um.. Acredito que uma autoavaliação (diária) é essencial, a Cannabis pode ajudar quanto atrapalhar. Aproveite pra colocar essa ideia na balança, por que eu acho que pode ajudar muito na melhora de quadros..como também p
  11. Mas que viagem ein..! Cara, muito difícil te dar um aconselhamento mais concreto, acredito que tenha passado por toda essa "trama" que relatou, o fato é, até que parte essa experiência é real ou algo da sua imaginação (sob o efeito). Você precisa ter mais clareza do que aconteceu, de acordo com seus relatos, algumas coisas não caracterizam como sendo algo realmente acontecido. Principalmente o fato da sua família ignorar o que aconteceu na noite anterior. Procure saber com seu amigo, que estava conversando no computador, qual foi a conversa que tiveram, como a conversa foi
  12. Brother, vou pegar um ponto da sua questão que dá pra abordar bem a questão. Até quando é salutar, e o que já começa a ser prejudicial? Na história da Cannabis não existe uma dose salutar ou prejudicial, salvo em proporções astronômicas, que não é o caso. Deve voltar a atenção, para essa preocupação "se está fumando demais". Acredito que exista algum questionamento pessoal em relação aos baseadinhos queimados. Se você tem um quadro psíquico estável, não é um, três ou cinco baseados por dia que irá desencadear uma patologia mental, fica tranquilo enquanto à isso. A ques
  13. Então Brother, esquece o que aconteceu, você não vai ter um infarto por fumar maconha. Você já parou de tomar os remédios e está se sentindo bem, essa é a vibe. Como você anda meio nervoso, por não estar conseguindo encontrar trabalho, essa preocupação ou princípio de sentir a aceleração cardíaca, pode ser resultado de um sentimento de culpa, sendo que lembra da situação, lembrando que a ansiedade contribui bastante para a aceleração. O importante agora é descobrir sua dose de cannabis, este efeito: "da onda bater com uma quantidade menor" é normal, uma vez que com a experiênci
  14. Bom..concordo que existe uma variação no princípio ativo, CDB, THC..até mesmo de prensado para camarão, mas nessa área procuro não arriscar comentários, conheço pouco sobre os efeitos de cada "fumo" na psique.
  15. Então meu Camarada, que que pega..como você era iniciante no assunto, possuía menos controle da situação. Fumou muito e bebeu muito, essa combinação é perigosa, principalmente se fazer o uso abusivo do álcool, e depois fumar 1..e manter essa sequência..o que acontece é que a sua pressão caiu de repente, o ambiente também influenciou, pois no meio da multidão, a circulação de ar é menor, mais abafado, a dificuldade de respirar aumenta. Você teve um princípio de "Teto Preto", onde a pessoa desmaia literalmente, mas volta dentro de segundos, isso não mata. O cuidado maior é pra não cair
×
×
  • Criar Novo...