Cavernícola

Usuário Growroom
  • Total de itens

    295
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    2

Cavernícola last won the day on October 26 2015

Cavernícola had the most liked content!

Reputação

365 Excellent

7 Seguidores

Últimos Visitantes

2624 visualizações
  1. Fala pessoal, já to por aqui em BsAs e já tô com as entradas em mãos... tô até emocionado, essa vai ser minha primeira Copa uhuuu! Espero que seja a primeira de muitas! Quem for chegar por aqui dá um salve aí... @Morenno tu já ta por aqui?
  2. po @Morenno valeu pelo toque. desenrolei com eles via e-mail aqui, parece que vai dar certo
  3. Fala, galera! Tá chegando a 15ª edição da Copa Del Plata, o torneio mais antigo e tradicional da América do Sul. Coincidentemente eu vou tá lá por Buenos Aires nessa data e tô doido pra ir pra Copa, mas não tenho condições de competir no momento e não sei como consigo um convite. Alguém que já saiba o caminho das pedras tem como me arranjar ou me indicar como conseguir uma entrada de visitante? Seria massa se rolasse esse encontro GR por lá... quem tiver pensando em ir dá um salve aqui. Vai ser massa!
  4. @Nil Jardineiro fala irmão, só pra vc editar aí o post com os valores, eu doei R$30. Valeu!
  5. Depositei uma graninha na conta da irmã dele. Vamo lá pessoal, agora é a hora de ajudar o irmão. A situação é delicada, mas se cada um doar um pouquinho, ao menos o advogado ele paga. Vamo coçar os bolsos, growlera!! Vamo doar, vamo doar, que a causa é nobre!!
  6. Fico pensando no Ras Geraldinho, até hoje detrás das grades. Em 2011 ele fez aquela entrevista corajosa pra Trip, mostrando a igreja dele e as plantas. Logo depois, em 2012, foi preso. Acho que se ligaram que ele tava começando a ganhar uma certa visibilidade, e resolveram podar antes que crescesse. Triste. Nunca tinha ouvido falar no @Thcproce, mas fui vendo os vídeos no canal dele e vi que parece ser um cara bem bacana, incapaz de fazer mal a alguém, que tem amor pela planta e acreditava no que tava fazendo. A vontade de mostrar o rosto é de todos, lógico, mas ele é um dos poucos que teve a coragem de realmente passar ao ato. Achei a estratégia dele totalmente kamikaze, talvez um pouco ingênua, mas ele não merece isso que tá acontecendo. Aliás, ninguém merece. Talvez ele acreditasse que a sociedade pudesse entender a situação, sei lá, mas infelizmente a gente sabe que vivemos no país do bode expiatório. Na incapacidade de prender todo mundo, as autoridades gostam mesmo é de pegar um pra dar o exemplo. E agora foi ele o bode expiatório da vez. Enfim, espero mesmo que ele consiga sair dessa. O que nos resta é ajudar com uma vaquinha que seja, uma mobilização ou com o depósito na conta da irmã dele.
  7. Cara basta dar entrada no pedido de residencia permanente, levando todos os documentos certinho os pedidos de brasileiros são aceitos automaticamente (por lei eles não podem negar) e em até 30 dias vc ja ta com o documento uruguaio em mãos (equivalente ao nosso RG), o que te torna um cidadao uruguaio pro resto da vida, sem necessidade de se naturalizar. Aí pronto, basta se inscrever no IRCCA e correr pro abraço.
  8. Nooossaaa mano, que merda! Não tava sabendo dessa cooperativa aí não... pô, foi mal quem se cadastrou no site do cara aí, mas tava na cara que essa história de cooperativa não ia dar certo. Com nome completo e endereço de todo mundo? E o maluco ainda vai lá e mostra o rosto e as plantas no youtube? Porra, isso aqui ainda não é a Califórnia não, infelizmente... Até o Ras Geraldinho, que era uso religioso, rodou, imagine uma cooperativa... :/ Foda... Só desejo que o irmão aí consiga responder em liberdade, e tb muita calma pra todos os envolvidos. Eu se fosse do DF já tinha matado tudo, já o pessoal de outros estados, principalmente distantes, é muito difícil a polícia ir atrás um por um. Mas sei lá, eles têm uma lista com os endereços de cada um, né, eles podem ir fazendo operação formiguinha... cada um sabe o que faz, mas eu ficaria bem grilado com essa história aí...
  9. Salve, família! Finalmente tirei a poeira do diário. Segue o link: 

     

  10. Pessoal, com essa onda de Zika Vírus rolando aí, é bom ter muito cuidado com o grow. Esses dias a Semace veio aqui no prédio junto com o Exército, pra combater o mosquito. Como eu tava dormindo e nem atendi o interfone, eles foram embora, mas acho que vão voltar. Tô sem grow no momento, então tô tranquilo. A Dilma autorizou o Exército de entrar à força nas casas pra combater o mosquito, se for preciso. Não quero causar alarmismo, mas fica o alerta aí pros colegas. Vamos ter cuidado.

    1. RpLost

      RpLost

      È,pra quem mora em Ap principalmente ne...casa ainda fuçam so o quintal msm,no maximo o banheiro..

      mas eh bom ficar esperto mesmo,aqui por exemplo meu reator fica pro lado de fora,..ja vou pensar num plano de emergencia sem deixar pistas..

    2. Cavernícola

      Cavernícola

      Pois é @RpLost, eu falo isso pq no meu caso o meu grow não era nem um pouco camuflado, a growbox ficava no canto do quarto mesmo, totalmente exposta, era só entrar lá que dava pra ver. Se eu tivesse com grow agora, ia tá desesperado. Tem que pensar num plano B mesmo, principalmente quem mora em Ap, que é menor e tem menos espaço pra esconder o grow. Já quem cultiva camuflado em armário eu acho mais de boa disfarçar (no futuro pretendo cultivar em armário justamente por causa disso).

    3. Mitocondria

      Mitocondria

      Vish , o meu nem tem onde esconder hahahah

  11. http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/11/gregorio-duvivier-eu-tenho-pe-de-maconha-em-casa-por-que-nao-me-prendem/ Em sua fala durante debate com o coletivo antiproibicionista “Quebrando o Tabu”, o humorista ironizou o fato de que há mais de um ano afirma que cultiva maconha em casa e que até agora a polícia não bateu em sua porta; “É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (…) O crime no Brasil é ser pobre”. Assista Por Redação Foi realizado na última terça-feira (24), em São Paulo, o primeiro debate “Quebrando o Tabu”, do coletivo antiproibicionista que leva o mesmo nome. Divulgada a íntegra do vídeo da discussão, a fala de um dos participantes – o humorista e ator Gregório Duvivier – ganhou repercussão pela sinceridade e ironia. Em um dado momento, Duvivier assume que planta maconha em casa e ironiza o fato de a polícia até hoje não ter o prendido, tendo em vista que ele já havia tornado a informação pública em outras ocasiões. “Eu tenho pé de maconha em casa. Eu falo isso todos os dias. Estou falando isso há um ano e estou esperando a polícia bater na minha casa e não bate. Inclusive, eu tenho dois pés de maconha já. Quem quiser e estiver no Rio, eu moro no Jardim Botânico”, confessou, explicando ainda, de forma bem humorada, que suas plantas são fruto de um cruzamento e que “dá uns camarões”. Arrancando risadas dos presentes, o humorista continuou, explicando que não o prenderam até agora pois, no país, a criminalização que impera não é exatamente a da maconha, mas a da pobreza. “A polícia não bate na minha casa. Já falei isso mil vezes. Por favor, me prendam. Não é proibido isso? Por que não me prendem? É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (…) O debate é financeiro. Existe a criminalização da pobreza. Não é da maconha, não é do aborto. O crime no Brasil é ser pobre”, pontuou. Além de Duvivier, participaram do debate ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o deputado federal Jean Wyllys, o médico Drauzio Varella e o político e médico Eduardo Jorge. Assista abaixo o trecho do debate em que o humorista faz a declaração:
  12. Peraí, o cara é desempregado ou dá aula em duas academias? Matéria confusa essa...
  13. Fala @Kosmico, a multa é devido ao porte pra uso próprio. Como a maconha lá já é descriminalizada, não entra pra ficha criminal. É como uma infração de trânsito, apenas. Não sei como entra o medicinal nessa história, mas acredito que pra quem tem receita médica seja totalmente legalizado, sem sujeição à multa. No caso, segundo ela falou, nem o filho dela nem os amigos dele tinham erva no momento da dura, mas mesmo assim ela pareceu aliviada por saber que, caso acontecesse algo, o máximo que aconteceria com o filho seria levar uma multa.