Ir para conteúdo
Growroom

.Loko MSC.

Banidos
  • Total de itens

    439
  • Registro em

  • Última visita

Sobre .Loko MSC.

  • Data de Nascimento 12/18/1986

Contact Methods

  • Website URL
    http://www.maconha.com.br
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Location
    Brasil

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

.Loko MSC.'s Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

1

Reputação

  1. ae botium num é maldade da parte dos vermes, é a lei que tantos comemoram e a cara deles e cumpri a lei PJL
  2. num tem essa de bom advogado... quem decide é o promotor, e num dessa de vc fala que num vendia, o cultivo se enquadra nos 2 artigos (12,16) e quem decide é o homem na frente do juiz, dependendo do promotor q vc pega, vc ja sai direto pro cdp e ganha uma vestimenta bem bonita camisa branca e calça amarela! toma cuidado pq eu vejo mta gente aqui comemorando essa porra desa lei nova...
  3. cuidado com essa lei...ela só pioro aumentando a pena de trafico pra 5 anos pq quem vai decidir se era pra consumo ou pra venda a sua plantação é o promotor e 90% deles(principalmente se for um verme do GAECO) vão alega trafico. a policia aqui de sp mudo tudo, quem conhce isso sabe oq eu to falando agora o bagulho fico loco com essas troca q eles fizero do secretario de segurança, o delegado do Deic, etc todo cuidado é poco PJL
  4. aproveitando a mare de sorte eu fui ve no mesmo forum na barra funda como andava um otro processo e pra minha sorte ele foi arquivado e o otro advogado que tava cuidando desse caso (um ruimzinho) num tava nem ciente disso agora é espera 5 anos sem faze nada e esse processo da plantaçao ja era... FÈ EM DEUS e MUITA PAZ JUSTIÇA E LIBERDADE
  5. AE RAPAZIADA EU TENHO BOAS NOTICIAS...REBAXARO O MEU ART. 12 PRA 16 E EU PEGUEI UMA PENA ALTERNATIVA DE PRESTASAO DE SERVIÇO COMUNITARIO 7H POR SEMANA DURANTE 2 MES MANDEI UM PAPO PRO PROMOTOR DIZENDO QUE EU TAVA ME DESINTOXICANDO E ELE FALO QUE TAVA CERTO PQ SE FOSSE OTRA DROGA EU TAVA FODIDO..PRA REINCINDENTE COM ALGUMAS PASSAGENS ACHO QUE A MINHA PENA NUM FOI NADA ACHEI QUE IA PEGA PELO MENOS 5 ANOS DESSA VEIZ. QUEM PRECISA DE ADVOGADO AQUI EM SP MANDA UM MP PRA MIM QUE EU INDICO UM 99% DE GANHAR A CAUSA MAIS TEM QUE TA DISPOSTO A PAGA UM POQUINHO PRO CARA MAIS COMPENSO CADA CENTAVO QUE EU PAGUEI..NUM TENHO MAIS NADA MAIS TAMEM NUNCA TIVE MUITO QUE NEM VOCES, ACHO QUE DA SEM PROBLEMAS PRA VOCES esse promotor podia te feito isso antes de eu se levado pro cdp, cumpri uma pena em regime fechado pelo art12 e consigui sai por falta de prova de trafico e num se iludam com essa lei nova ela só veio pra confundi a cabeça do sofredor, voces ta pensando que ta tudo maravilhoso mais ela fica a criterio do promotor vc pode alega consumo mais se ele quisé coloca trafico ele coloca e vc ja sai de la pra detenção FÉ EM DEUS E MUITA PAZ JUSTIÇA E LIBERDADE
  6. Diminui consumo de maconha entre jovens Sexta, 21 de julho de 2006, 15h00 Apesar do consumo mundial de maconha ter crescido, crianças e jovens brasileiros, entre 10 e 18 anos, estão usando menos a droga, pela primeira vez em 15 anos, segundo o relatório do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC). O Brasil também foi citado por estabilizar o consumo de cocaína, e por ser o maior mercado de derivados do ópio da América do Sul. Segundo a UNODC, em 1989, só 3,4% de brasileiros entre 10 e 18 anos consumiam maconha. Em 1997, o número atingiu 7,6%, e em 2004, caiu para 6,4%. Os dados se referem a estudantes. A droga ainda é a mais consumida no mundo por pessoas entre 15 e 64 anos. A ONU revelou que, depois de período de crescimento, o consumo de cocaína se estabilizou no Brasil. Uma explicação é que, em 2004, foram apreendidas 8 toneladas de cocaína e, ano passado, quase 16. O Brasil é o maior mercado de opiáceos - grupo que inclui anfetaminas - da América do Sul, com 700 mil pessoas. Também ontem, a ONU informou que metade das vítimas mortas por armas de fogo no mundo têm entre 15 e 29 anos. No Brasil, prejuízo é de US$ 10 bilhões. Os dados foram divulgados no Dia Internacional Contra o Uso e o Tráfico de Drogas. fonte : http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI107...-EI1497,00.html
  7. Daniel ofereceu maconha a Andreas, diz Suzane Segunda, 17 de julho de 2006, 22h24 A jovem Suzane von Richthofen, ré confessa do assassinato dos pais, Manfred e Marísia, disse que o irmão, Andréas, começou a fumar maconha por influência do ex-namorado dela, Daniel Cravinhos. Em seu depoimento, Daniel disse que Andréas fumava maconha, mas não falou sobre ter oferecido a droga a ele. Suzane contou que Daniel ofereceu a droga para Andréas em janeiro de 2002. Segundo ela, o irmão era muito apegado a Daniel e acabou aceitando. Ao ser interrogado, nesta segunda-feira, Daniel disse que, quando conheceu Suzane, ela já fumava maconha e cigarro. A jovem, no entanto, disse que experimentou drogas pela primeira vez com Daniel. Daniel afirmou que, apesar de ter começado a fumar maconha, não fazia uso freqüente da droga e sim apenas uma vez por semana ou até uma vez a cada a cada 15 dias. Fonte : http://noticias.terra.com.br/brasil/casori...-EI6792,00.html
  8. Comando Vermelho troca armas por drogas no sertão Armamento pesado e 'aulas de guerrilha' em troca de grande quantidade de drogas para vender nas bocas-de-fumo. Essa é a forma como traficantes cariocas da facção criminosa Comando Vermelho (CV) vêm negociando a compra de entorpecentes no Polígono da Maconha, área do sertão de Pernambuco onde a erva é plantada, de acordo com investigações da Polícia Federal e da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas. » Leia mais notícias em O Dia Os traficantes do CV que atuam no Interior de Pernambuco são do Morro da Mangueira e do Complexo do Alemão, segundo fontes da Secretaria de Segurança do Rio. O deputado federal Raul Jungmam (PPS/PE), da CPI, disse que as armas recebidas como pagamento são usadas em outros crimes. "Traficantes do CV trocam fuzis e metralhadoras por maconha e ensinam bandidos locais e plantadores da erva a empregar em confrontos com a polícia táticas de guerrilha, como 'avanço e cobertura', que eles aprendem quando vão à Colômbia buscar cocaína nos acampamentos das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Depois, o armamento é usado por quadrilhas do estado para assaltos a bancos e carros-fortes em cidades maiores", explica. Tiros e técnicas de guerrilha Em junho, numa operação envolvendo 45 agentes da Polícia Civil em Sertão de São Francisco, criminosos adotaram técnicas de guerrilha. Para fugir, avançaram de maneira ordenada: dois iam na frente abrindo caminho pela caatinga, enquanto outros três atiravam contra a polícia, cobrindo os parceiros. O grupo conseguiu escapar, porém a polícia encontrou e destruiu aproximadamente 115 mil pés de maconha, cada um com mais de dois metros de altura. A droga, processada para consumo, renderia seis toneladas para vender a VICIADOS nas bocas-de-fumo. Em Orocó, durante operação em que foram destruídos 76.461 pés e 815 quilos da droga prontos para consumo, em agosto de 2003, helicóptero da Polícia Rodoviária Federal foi metralhado. Um policial morreu. No combate, foram usadas técnicas de ¿avanço¿ ¿ enquanto dois atiravam contra o helicóptero, três corriam para cobertura dos atiradores. Fonte - http://noticias.terra.com.br/brasil/intern...7-EI306,00.html
  9. Garoto de seis anos leva maconha para a escola Quando um professor pediu a um garoto de seis anos para pegar uma pasta do Scooby-Doo, uma bolsa recheada com 25 pequenos pacotes de maconha caiu de sua mochila. O professor deu as drogas ao administrador da escola, que chamou a polícia. Antes dos policiais chegarem até a Comunidade Acadêmica HOPE, localizada no estado de Minnesota, nos Estados Unidos, o pai do garoto apareceu. Inespesperadamente, ele pegou a mochila do seu filho e foi embora, de acordo com a policia. Quando foi preso, o pai do garoto disse aos investigadores que escondeu a maconha na mochila e a deixou no armário do quarto. Quando viu que a mochila havia sumido, correu até a escola do filho. Corey Randle, 29, foi acusado por porte e comercialização de drogas. http://noticias.terra.com.br/popular/inter...-EI1141,00.html
  10. PF faz maior apreensão de maconha do ano A Polícia Federal fez a maior apreensão de maconha do ano no último fim-de-semana, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira. Na madrugada de sábado, 700 kg da droga foram encontrados na cidade de Salgueiro, em Pernambuco. O entorpecente estava pronto para o consumo e distribuído em 73 sacas, cada uma de aproximadamente 10 quilos. De acordo com O Dia, não houve prisões em flagrante. http://noticias.terra.com.br/brasil/intern...-EI1005,00.html
  11. PRF apreende 25 tijolos de maconha no RS A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na madrugada de hoje 25 tijolos de maconha na BR-386 no Rio Grande do Sul. A droga era transportada por um ônibus da linha Foz do Iguaçu-Porto Alegre, que estava na cidade gaúcha de Seberi. Um homem, que havia entrado no ônibus em Cascavel (PR), foi preso. De acordo com a Rádio Gaúcha, ele receberia o pagamento quando desembarcasse com a mercadoria em Pelotas (RS). http://noticias.terra.com.br/brasil/intern...-EI1005,00.html
  12. PF descobre sítio com plantação de maconha em PE A Polícia Federal (PF) realizou ontem, com apoio da Polícia Militar de Pernambuco, a maior apreensão de maconha dos últimos três anos, no sertão do Estado. Foram encontrados 726 kg de maconha, distribuídos em 79 sacos de náilon, prontos para ser comercializados, além de 10 mil pés da erva. A maconha estava sendo cultivada em um sítio próximo ao município de Santa Cruz da Venerada, a 600 km de Recife, entre plantações de tomate, chuchu e melancia. O entorpecente, que seria vendido nas capitais do Nordeste, vai ser incinerado hoje. O escrivão da PF Ademir Alves de Lucena, informou que o carregamento foi avaliado em cerca de R$ 280 mil. No local os policiais descobriram uma estrutura montada com acampamentos de lona, gêneros alimentícios, armamentos e reservatórios de água para irrigar o plantio. De acordo com o delegado Daniel Silvestre, os traficantes devem ter se estabelecido na região por causa das constantes ações de repressão desencadeadas no Vale do São Francisco. Os responsáveis pela plantação fugiram antes da chegada da polícia. Foi aberto inquérito policial para apurar responsabilidade criminal. O crime de associação do tráfico de entorpecentes prevê penas que variam de três a 15 anos de reclusão. http://noticias.terra.com.br/brasil/intern...-EI1005,00.html
×
×
  • Criar Novo...