Alrai

Usuário Growroom
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutral

Últimos Visitantes

136 visualizações
  1. Estou estudando e pelo que eu estou vendo esses leds comerciais, que vende para residência , possuem mais Blue e pouco Royal Blue, Green , Red , Full Red. E nossas Marias precisam dessas cores para efetuar suas tarefas ao qual não estudei ainda mas vi que cada faixa do espectro age com a sua respectiva função. Sem contar que elas precisam de IR e UV , essas duas últimas fazem mal para o humano ( olhos , pele ainda tem muita coisa falando que faz mal e tambem que faz bem , vai saber ) então cuidado quando for manusear IR e UV. Da uma olhada nesse vídeo: Tambem estou estudando essas regras abaixo que retirei da internet : https://fluence.science/science/how-to-compare-grow-lights/#rule2 NÃO USE LUMENS PARA COMPARAR AS LUZES DE GROW Este é fácil de explicar. Um lúmen é uma classificação de quão brilhante uma luz aparece no olho humano. No entanto, uma vez que a visão humana não está correlacionada com as taxas de crescimento fotossintético, o total de lúmens é uma métrica inutil. Como regra geral, se alguém está tentando promover lumens para um sistema de iluminação de horticultura, não deveria estar vendendo sistemas de iluminação para horticultura. NÃO SEJA ENGANADO POR “ESPECTROS DE CRESCIMENTO MÁGICO” Muitos artigos científicos confirmaram que todos os comprimentos de onda de 400 a 700 nm (a gama PAR típica) irão crescer plantas. No entanto, existe um mito amplamente divulgado na Internet que afirma que as plantas não usam luz verde. Muitas empresas promovem seu espectro de crescimento mágico publicando o gráfico de espectro de absorção de clorofila A e B, geralmente referenciado. Armado com gráfico, eles mencionam que as plantas são verdes, então as plantas refletem a luz verde da fonte de luz de espectro total. Você já ouviu isso antes? Sem aprofundar esse tópico, é importante notar que não há espectro mágico que permita que uma luminária de 50W substitua uma luminária de 1000W porque ela usa apenas os “comprimentos de onda de que as plantas precisam”. Embora as plantas certamente tenham numerosos pigmentos e fotorreceptores em toda a gama PAR, nada vai superar a necessidade de fornecer os níveis necessários de luz (PPFD) para suas plantas. O espectro tem um efeito muito real no desenvolvimento da planta, mas seja cauteloso com uma empresa que gasta muito tempo falando sobre seu espectro especial (especialmente se não gastar o mesmo esforço na publicação de suas medições de PAR entregues). Há uma pequena lista de empresas que fabricam luminárias LED de nível comercial para a indústria de horticultura profissional, e nenhuma delas comercializa o número de "spectros" de LED em seus equipamentos. NÃO USE WATTS PARA COMPARAR AS LUZES Muitas pessoas usam watts elétricos totais, dólar / watts ou watts / pé quadrado para comparar sistemas de iluminação de horticultura, mas essas métricas são 100% inúteis e provavelmente levarão o consumidor a tomar uma decisão de compra ruim. Por quê? Simples. A eletricidade não cultiva plantas. Além disso, a eficiência radiométrica (a quantidade de luz que uma luminária emite por watt de eletricidade) pode variar em até 200% entre as populares luminárias de LED existentes no mercado atualmente. Portanto, uma vez que a luz (não a eletricidade) planta as plantas, você precisa perguntar qual a quantidade de luz que uma luminária emite. Parece simples, mas 99,9% das empresas de iluminação de horticultura não anunciam essa métrica. Em vez disso, eles se concentram em watts elétricos. Por quê? Porque é muito difícil projetar um sistema de iluminação eficiente (medido em μmol / J) que forneça altos níveis de luz, mas é muito fácil construir um sistema de iluminação ineficiente que consome muita eletricidade. LEDs de alta eficiência, fontes de alimentação e ótica custam mais do que componentes menos eficientes, e muitos fabricantes usam componentes de menor qualidade para aumentar as margens de lucro. Lembre-se ... Você não está comprando watts. Você está comprando um sistema que fornece luz para o crescimento de suas plantas, portanto, uma medição quantitativa da produção de luz e a eficiência na qual o sistema produz essa luz é a métrica que você deve usar para comparar o desempenho das soluções de iluminação para horticultura.
  2. Terraqueo valeu pela ajuda , ae todos!!!!! podem ate fechar o topico!!! já resolvi tava na bad disso mais tudo resolvido e na paz 😃 esperei.
  3. Esperei chegar o tempo certo.
  4. Alrai

    Problemas Com A Ganja!

    Já resolvi e pode deletar o topico!