Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 04/24/19 in all areas

  1. 4 points
    # TIPOS DE SUBSTRATOS Quando comecei meu primeiro cultivo tive muitas dúvidas com os substratos, pois nunca tinha cultivado qualquer tipo de planta. Por esse motivo fiz esse tópico, para mostrar e falar um pouco dos principais substratos utilizados. Espero que seja útil, boa leitura. Substrato Inerte Substrato inerte é um substrato que não contém nenhum nutriente, ou os contém em níveis mínimos. Esse tipo de substrato ajuda a aumentar a drenagem do solo e ter uma maior retenção de oxigênio. Os substratos inertes também são muito usados em clones. É aconselhável colocar de 30% a 40% de substrato inerte no solo, porém tem pessoas que trabalham com quantidades diferentes e mesmo assim conseguem bons resultados, já que não há receita pronta. Fibra de Coco (Inerte) A fibra de coco pode ser comprada em qualquer loja de jardinagem, também pode ser feita em casa como mostra esse tutorial do GrowRoom feito pelo Dr. Green. O preço varia entre R$ 8,00 e R$ 18,00 que pode ir de 8Kg a 20Kg dependendo da marca e de onde se compra. As melhores marcas (na minha opinião) são Coquim e Amafibra. É importante ferver a fibra de coco antes de usá-la para tirar as impurezas. Alguns cultivadores ignoram esse fato e tem colheitas proveitosas, porém eu aconselho ferver a fibra antes de usar. Perlita (Inerte) A perlita expandida como também é chamada é um material feito apartir da perlita, um mineral vulânico semelhante a areia, mas que possui uma quantidade de agua em seu interior e quando aquecido explode e o resultado é uma pipoca de rocha. É ótimo para drenagem já que mais de metade da perlita é oxigênio, o que é ótimo para as raízes da planta. É importante tomar cuidado com o pó que sai da perlita, o correto é molhar a perlita antes de usar, assim o pó ou fica grudado nela ou fica no fundo do saco. O preço da perlita vai de R$ 10,00 a R$ 30,00 pode ir de 500g a 2Kg. Turfa (Inerte) A turfa é um material de origem vegetal que demora muitos anos para se transformamar, são encontrada em regiões pantanosas. A turfa tem tendencia a deixar o PH ácido, por isso é bom tomar cuidado na hora de colocar na mistura do solo e sempre medir o PH antes. Uma das principais qualidades da turfa é reter ate 20 vezes o seu peso em água, assim a rega pode ser menos regular. O preço da turfa varia de R$ 9,00 a R$ 40,00 o preço realmente varia muito de acordo com a qualidade do produto, por isso não tem como colocar a quantidade. Vermiculita (Inerte) A vermiculita ou vermiculita expandida como pode ser chamada também, é um dos substratos que é produzido com o auxílio do calor, como a perlita. Tem a capacidade de guardar nutrientes e 5 vezes o seu peso em água, assim sendo ótima para areação e retenção de água. O preço pode variar de R$ 8,00 a R$ 14,00, pode ir de 5L a 10L. Esterco O esterco é obtido fácilmente em grande parte dos lugares, também pode ser comprado em lojas de jardinagem. Estercos são ricos em vários nutrientes, é um bom investimento para o solo. Existem diversos tipos de esterco, os mais comuns no cultivo de cannabis são os de, morcego, coelho, frango, ovelha, cavalo e o de porco. O preço pode ir de R$ 2,00 a R$10,00 de 2Kg a 20Kg (é o preço na minha cidade, talvez por ser interior seja mais barato). Farinha As farinhas de forma geral tomam a estrutura do solo mais porosa, beneficiando a oxigenação das raízes. Existem diversos tipos de farinha, dentre eles tem peixe, sangue, osso e conchas. O preço vai de R$ 5,00 a R$ 10,00 pode ir de 500g a 1,5Kg. Húmus O húmus ou humo como também pode ser chamado é o composto orgânico feito da decomposição de diversos organismos, pode ser acelerado com o auxílio de minhocas. Na formação do húmus há liberação de diversos nutrientes, mas é de especial consideração a liberação de nitrogênio. O húmus tem um custo de R$ 2,00 a R$ 20,00 pode ir de 1Kg a 10Kg. Torta A torta é feita de parte de plantas ou vegetais. Contém muitos nutrientes, assim sendo muito ultilizada, favorece também a assimilação rápida pelo solo e aproveitamento ao máximo das regas.O preço pode ir de R$ 8,00 a R$ 16,00 pode ir de 1Kg a 1,5Kg. A ordem dos tópicos foi tirada do livro do "Cannabis Medicinal - Introdução ao Cultivo Indoor, de Sergio Vidal", aconselho a todos comprar esse livro, ele é excelente. Todas as informações foram pesquisadas na internet ou foram de minha autoria e aprendizado. Os preços foram medidos de acordo com o Mercado Livre.
  2. 4 points
    Ta rolando muita cofusao no forum principalmente por parte de iniciantes e growers intermediarios!! Sem mais delongas, vamos aos fatos!! To cansado de ver gente com o seguinte setup: Humus Turfa Perlita Fibra de coco E a pessoa comprando phmetro e condutivimetro!! 😱😱😵😵 Se vc trabalha com materia organica no substrato, os seus nutientes estao nos Coloides!!!! E vc nao consegue alterar facilmente o pH. Que no caso de solos é medido pela quantidade de Hidrogenio+Aluminio adsolvidos nos coloides... É completamente diferente do caso da Hidroponia, que utiliza substrato 100% inerte, onde os nutrientes estao dispersos na solução a disposiçao das plantas e ai sim pH, condutividade da solução, dureza da agua, td isso vai interferir no cultivo.. Mais em HIDROPONIA!!!!!! Falou em materia organica no substato esquece o pH, a nao ser que mande para um laboratorio de analise de solo, essas "leituras" de run off nao valem NADA, vc nunca vai saber o verdadeiro pH e a disponobilidade de nutrientes..pHmetro de mercado livre entao, nao vale NADA.. Falou em Materia organica, terra vegetal, turfa falou em Troca Cationica.. Os conceitos da hidroponia nao se aplicam aqui.. Apenas corretivos como calcario irao alterar o pH do solo, aguinha de torneira, chuva e bla bla altera em nada durante o ciclo.. Vai levar anos e anos.. a nao ser q seja uma agua extramamente acida.. e na torneira nao se axa isso, muito menos em poços..muito raro ,dependendo da regiao uma chuva acida no ano pode sim causar prejuizos. Mais com esses setup o pessoal ta jogando agua mineral, querendo nutrir com adubo foliar e pra cagarw tudo quer fazer leitura da soluçao,medir pH, EC e pra finalizar a cagada leitura de run off!! Kkkkkkk Gente. A nao ser que seu subtrato seja 100% eu disse 100% inerte parem de se preocupar com EC, pH e Dureza da água!! Isso é importante e indispensavel para a HIDROPONIA, se por humus e/ou terra vegetal e/ou turfa e etc esqueceee tudo isso!! Eh so aparecer uma planta c a pontinha e/ou borda da folha queimada (deficiencia de potassio) no periodo vegetativo e adivinha quem é o culpado?!!! 90% dos problemas que vejo aqui no Forum são taxados como Overfert ou pH, sendo que na verdade essas plantas estao morrendo é de FOME!! Lembrem-se!! Menos é mais!! Fica aqui meu desabafo e indignaçao e que comece o debate!! Pazz!!!
  3. 3 points
  4. 3 points
    "E ai pessoal, antes de mais nada um abraço. Sabem, acho que toda poesia precisa ser trabalhada durante o tempo e lapidada com os dias. Então fico sempre me travando em publicar aqui. Parece meio responsa né não? Não quero o status quo que moveu a minha geração, não quero o status quo que move essa... não quero fama, só quero moeda. Quem muito na lama vive, resseca. Sou contra o sistema, mas não amo a miséria. Quem viu desde nascença a morte, não se comove com falta de sorte. Ser correria é sobrevivência, está no gene, nasce na gente. Sou brasileiro filho de quem rouba. Se arromba. Arrombado!!! Fiz essa hoje Meio boca torta, ta ligado? Segue, abraços..." Poesia é tipo fluoxetina Tira a depressão Me faz ligado tipo farinha O bolo no rolo da vida O papo é reto não inclina Nem direita, nem direita Só resista sinistro se vira Explanando a lírica No braço o corte, de quem não respira Soco forte, pinote, estica Pega o que tu pede E não pira A bronca é sua Se volta, é sabidão A bronca é sua Se marca, é sumidão Nem me pergunta Não é minha culpa Nem do dedo que puxa É do sistema que mata Dia de glória É Dia de luta Dia de festa A pernada foi dura Corri pelo beck Fui preso, malefeito Marginalizado desde cedo Fez de mim mais eu mesmo Obrigado o defeito O efeito foi pior Aprendendo sigo cego Enxergando o melhor Com o tempo Eu tenho tempo Que o tempo Intentar E que vento Sopre forte No moinho a beira mar É meu truta É meu amigo Esse velho Com respeito Vem chegando Cola o peito Pra isso agora Fomos feitos Dixava na palma Que acalma a alma Não fala na rua Só dentro de casa Que pala em familia É sempre risada Palavra de benção Amor sem dinheiro Não passo pano Não apadrinho Não compro fiado Faço meu caminho Do crime eu entendo Disso entendo bem Quantos kits eu levo Clientela já tem O centro da cena A hora o momento Aqui não vacilo É jogo num é treino Faça você mesmo Eu não posso um erro Não tremo na beira Não temo oceano Aqui as canetas que falam Leis e valores Os poetas são loucos Bandidos juizes O castelo é funk Isso só me fascina Batida de corações E as do DJ Cia Faça isso agora, vai lá traça o risco Só somos sábidos Sabiás sempre amigos Entendo o vôo, entenda os riscos Tem experiências Que só a rua dá Lição que faz de criança Homem Ritmo pesado Portal popular Porta de saída Cansei de entrar Não fico em festinha Arroz tem quem dá Eu não dou ideia Pra trouxa Esperança, destreza Esquerdas vivências Revoltadas certezas Prejudicadas cartas na mesa Aprendi desde nascença 89 Racionais era lema Hey Boy, Pânico na zona sul Consagração nos anos 90 Cia das letras Sequeladas destrezas De um disco de ouro Que eu tive a certeza O valor discutia Eu me punha em empreita Que Cypress Hill e maconha Eram coisa benéfica Com 15 anos consegui No Olimpia eu vi B-real, Sem Dog Primeira fila marcante Dispara e acaba com tudo Pernada Pipocada correndo sem rumo Serra pelada Corpos no chão Vazando a pala Justiceiros surgiram Quase do nada Policial não ajuda pretada Favelada Gente de vida jogada Dificuldades expostas na cara Agora querem o fumo Que ele trouxera O negro é tudo É homem vivência O monstro é a multidão Multidão que dispara O dedo na televisão Mas devia quebra-la O que não se expressa Também se confessa Que seja pro bem Tudo que a gente lidera Libera a erva lidera Libera Lidera Libera pra gente deveras Libera pra ela Lidera Business Money Pondera Natureza mais sabia Que Albert Einstein Fez a maconha que você absorve Relaxa seu corpo, sua mente sobe Cabeça balão Falaram as vozes Sou eu cabeção Sempre quero o pote Se fumo sozinho Então fico legal Mas quando divido Eu caso, é fatal Se coloco o meu verde Me arregalam os olhos Eu digo é presente Não estou muito errado O Malote é meu Eu sou o malote Levaram pro breu Seu filho sem sorte Eles querem eles pedem Eu digo que plante Mas eles tem medo Do brilho ofuscante O cheiro distante Eu digo eu sei Escolha o que plante E diga achei Sem cheiro já tive Mas gosto bastante Não plante no chão No chão eu não planto Gigante gigante Que quero pra mim Aroma não menos É muito marfim Não mate elefante Pra moeda extrair Duas ou mais médias Cota a definir A vega escolhe Escolhe a flora Se liga na cena Muda tudo de hora Deixa uma florindo E mano, espera Depois de um ventinho O cheiro dispersa No mais tenho uma dama Toda noite a espera Ela é linda, inteligente e sincera Cheirosa à vera Não é daninha a porra da erva A sálvia e temperos Aproveita essa linha Organiza sua vida Com qualidade do orgânico Fumo um todo dia Daquele que trata o corpo A mente em fadiga Então você que proíbe Fica aqui uma dica Não cola na banca Minha vida não é rifa Chupa essa manga E o caroço enfia Coloca na sua lista Maconha e bom dia! Do meu lado a ciência A dita na tua Eu coerência Vc truculência e tortura Erva santa, engole outra Sexo com amor É bem melhor Experimente Somos todos gernes do mesmo cerne Cercamos mentes Geralmente perenes Passeios por vezes Cem vezes menores A américa do norte Descobre E usa cannabis Como pode A sua bussola Aponta onde? Fato que adorne Geração que consome Percebe? Depende? Ninguém me entende Todos consomem Eu quero que queime O circo se forme Pra que doa neles Nos que se julgam melhores Se fosse a chuva azeda E o ácido fervesse Queria ver A beleza permanente Estou fora, sou feio Mas sou foda no feito No cartaz “Maloqueiro” Pra saber mais que todos eles Sobre a vida Entre a Arte e o crime Sabota ensinou pra mim Não vamos desistir Resisto pois existo É tudo em mim São vozes assim Não negue o mel Sem conhecer o seu fél Cruel, cuidado com ex coronel de quartel Ex fuzileiro naval O justiceiro afinal Que faz vitima e sai Só por "sermos nós marginais" Filho de desembargou tráfica arma na moral Senador narco traficante, normal Tudo a pampa na maior Enquanto eu que sou o homem mal? Trancafiado tremulo trepidante Trepidado Tribulação Espancamentos e enclausuramentos Torturas e inação Os anos não passam As horas também não O perigo aumenta Conforme aumenta opressão Faltou minha cor Sou branco/ não creio Filho da burguesia/só vendo A palavra nível Nivelando tudo Disniveladamente Desvelamos tudo Dissolutamente Sequestramos tu Pensamentos pesadelos Pesando o luto Fui a expressão mais racista: A ovelha negra da familia! Agora devíamos chamar branca Caucasiana a Maldita Abracei o estigma Aprendi a cartilha Se com 12 mais do que os de 30 sabia Com 39, meto o pé no paradigma Cheguei pros cria Tardio, atrasado Essa é minha sina Novidade no fim do Ato Coloca na seda Destribui e estica Passa a goma primeiro na parte de cima Enrola com maestria Coloca uma piteira, liga Tra pronto o cone Apresenta na mesa Arrepia Aroma, terpenos Sabores amenos Comparças sorrindo Amigos cannabis fazendo Primeira bongada é minha Maconha contra o câncer Maconha anti-tumorigena Fuma, da um dab ou então vaporiza Maconha no almoço De entrada E saída Respeita a aula Memória que fica Em ação, agia Adrenalina Me anima Passagem Ta no meu nome Não preciso de sorte Proceder é o creme Não é crime ser gente O crime existe competente Ele tem seu lugar Já que a miséria Insiste Em ocupar lar Não arrisque Se liga parceiro Olha lá o acinte Bud Brasileiro Fim da tripe.
  5. 3 points
    n sei mt coisa sobre nenhuma, mas sigo o instagram da symbiotic e essa wedding crasher é muito linda, tem uns fenos demais, toda preta, parece ser irada essa strain
  6. 3 points
    Introdução. Os nutrientes minerais são elementos obtidos, principalmente na forma inorgânica, do substrato. A grande área de superfície das raízes e a capacidade das mesmas em absorver íons inorgânicos em baixas concentrações no substrato fazem da absorção mineral pelas plantas um processo bastante eficaz. Após absorvidos pelas raízes, estes elementos são translocados para diversas partes da planta, onde são utilizados em numerosas funções biológicas. A identificação destas deficiências não é simples e muito menos baseada apenas em características visuais, entretanto, a observação cuidadosa do plantado, seu funcionamento e as respostas visuais que as plantas fornecem podem ajudar a esclarecer o que está acontecendo. Informações relevantes são: Sintoma observado? Manchas, Abscisão (queda), Necrose Branca ou Preta de tecidos, enrugamento de margens das folhas, necrose das extremidades de crescimento (meristema apical e raízes), enfraquecimento e clorose (amarelamento) do caule, tombamento do vegetal, padrões de crescimento anormais, enfim, tudo o que possa ajudar ou que seja notado como estranho ao comportamento natural do indivíduo; Quando foi observado? Tempo que o sintoma começou a ocorrer ou foi percebido; Onde foi observado inicialmente? Em folhas jovens, velhas ou em ambas. Nas margens da folha, em sua base, entre suas nervuras, no caule; Como está sendo a evolução do quadro? Para onde está evoluíndo o sintoma, exemplo: "Clorose em folhas jovens que evolui para uma clorose geral do indivíduo." Como citado acima, a identificação não é simples, e este artigo não pretende ser um guia para tal, entretanto, estas perguntas ajudam a fornecer um panorama geral sobre o que está acontecendo. A observação diária de seu plantado é fundamental. Elementos minerais essenciais à nutrição vegetal Critérios de essencialidade * Na ausência do elemento a planta não completa o seu ciclo de vida; * O elemento deve fazer parte de um composto VITAL ou reações CRUCIAIS, sendo parte de algum constituinte para o metabolismo vegetal; * Não pode ser substituído e deve agir DIRETAMENTE na vida da planta. Classificação quanto a disponibilidade no vegetal: * Macronutrientes (1000mg/Kg de peso seco): N, P, S, K, Mg, Ca * Micronutrientes (menor que 100mg/Kg de peso seco): B, Co, Zn, Mg, Fe Classificação quanto a função bioquímica: * Grupo 1 - Nutrientes que fazem parte de compostos de carbono - N e S O primeiro grupo de elementos essenciais é formado pelos compostos orgânicos das plantas, assimilando-os por meio de reações bioquímicas envolvendo oxidações e reduções. * Grupo 2 - Nutrientes que são importantes no armazenamento de energia e na integridade estrutural - P, Si e B Os elementos deste grupo encontram-se comumente presentes nos tecidos vegetais sob a forma de fosfato, borato e ésteres silicato, em que o grupo elementar está ligado ao grupo hidroxila de uma molécula orgânica. * Grupo 3 - Nutrientes que permanecem dentro do vegetal em sua forma iônica - K, Ca, Mg, Cl, Mn e Na Presentes nos tecidos vegetais na forma de íons livres ou ligados a substâncias tais como ácidos pépticos, presentes na parede celular do vegetal. De especial importância são seus papéis como cofatores enzimáticos na regulação dos potenciais osmóticos. * Grupo 4 - Nutrientes que estão envolvidos em reações redox - Fe, Zn, Cu, Ni, Mo Os elementos deste grupo desempenham importantes funções em reações envolvendo transporte de elétrons. Elementos essenciais, suas funções e sintomas de deficiência N (Nitrogênio) Funções: - Componente essencial do protoplasma e de enzimas. Deficiência: - Enfezamento ou nanismo (padrões de crescimento não usuais) - Aparência esguia - Amarelamento ou avermelhamento prematuro das folhas velhas A deficiência de nitrogênio rapidamente inibe o crescimento vegetal. Caso esta deficiência persista, a maioria das espécies apresenta um quadro de clorose (amarelamento das folhas), sobretudo nas folhas mais velhas, próximas à base da planta. Sob severa deficiência de nitrogênio, estas folhas tornam-se completamente amarelas (ou castanhas) e caem. Folhas mais jovens podem não mostrar inicialmente tais sintomas pois é possível que o nitrogênio seja mobilizado a partir das folhas mais velhas. Assim, uma planta deficiente de nitrogênio pode ter folhas superiores verde-claras e folhas inferiores amarelas ou castanhas. Quando a deficiência de nitrogênio ocorre de for lenta, é possível que as plantas tenham caules pronunciadamente delgados e comumente lenhosos. Este caráter lenhoso deve-se, provavelmente, a um acúmulo excessivo de carboidratos que não serão utilizados na síntese de aminiácidos ou de outros compostos nitrogenados. Estes carboidratos não utilizados no metabolismo do nitrogênio podem, entretanto, ser utilizados na síntese de antocianina (pigmento responsável pela cor vermelha/roxa dos vegetais), ocasionando o acúmulo deste pigmento. P (Fósforo) Funções: - Metabolismo basal - Síntese (fosforilação) Deficiência: - Perturbação dos processos reprodutores (floração retardada) - Enfezamento - Descoloração das folhas Os sintomas característicos da deficiência de fósforo incluem o crescimento reduzido em plantas jovens e uma coloração verde escura das folhas, as quais podem encontrar-se malformadas e conter pequenas manchas de tecido morto (manchas necróticas).Da mesma que na deficiência de nitrogênio, algumas espécies podem produzir antocianina em excesso, conferindo as folhas uma coloração levemente arroxeada. Em comparação com a deficiência de nitrogênio, a coloração púrpura gerada pela deficiência de fósforo não está associada a clorose, podendo as folhas, apresentar uma coloração roxa fortemente esverdeade. Sintomas adicionais incluem a produção de caules delgado e a morte das folhas mais velhas. A maturação da planta também poderá ser retardada. K (Potássio) Funções: - Efeito coloidal (promove hidratação) - Sinergismo com: NH4+, Na+ - Antagonismo com: Ca++ - Ativação de enzimas (fotossíntese, nitrato-redutase) - Osmorregulação (estômatos) Deficiência: - Balanço hídrico perturbado - Extremidades secas - Enrugamento das margens das folhas mais velhas - Apodrecimento da raiz Os primeiros sintomas vísíveis da deficiência de potássio é a clorose em manchas ou marginal, evoluíndo para a necrose, principalmente nos ápices foliares, margens e entre nervuras, estendendo-se posteriormente em direção à base. Como o potássio pode ser remobilkizado para as folhas mais jovens, esses sintomas aparecem inicialmente nas folhas mais maduras da base da planta. As folhas podem curvar-se e o caule deficiente em potássio é delgado e fraco, apresentando regiões internodais anormalmente curtas, acarretando o tombamento do indivíduo. Mg (Magnésio) Funções: - Regulação da hidratação (antagonismo com Ca++) - Metabolismo basal (fotossíntese, transferência de fosfatos) - Sinergismo com: Mn, Zn. Deficiência: - Crescimento enfezado - Clorose internerval das folhas velhas Um dos sintomas característicos da deficiência de magnésio é a clkorose entre as nervuras foliares, ocorrendo primeiro nas folhas mais velkhas devido a mobilidade deste elemento dentro do vegetal.. Se a deficiência é muito grande, as folhas tornanm-se amarelas ou brancas. Um sintoma adicional da deficiência de magnésio pode ser a abscisão foliar prematura. Ca (Cálcio) Funções: - Regulação da hidratação (antagonismo com: Ca+, Mg++) - Ativador de enzimas (amilase, ATPase) - Regulador do crescimento em extensão basal Deficiência: - Perturbação no crescimento por divisão (células pequenas) - Extremidades secas - Deformação das folhas - Crescimento das raízes prejudicado Sintomas característicos da deficiência de cálcio incluem a necrose das regiões meristemáticas jovens, como os ápices radiculares ou folhas jovens. A necrose em plantas de lento crescimento pode ser precedida por uma clorose generalizada e um curvamento, para baixo, das folhas. As folhas jovens podem parecem também deformadas. O sistema radicular de uma planta deficiente em cálcio pode apresentar-se acastanhado, curto e altamente ramificado. Pode haver redução severa no crescimento se as regiões meristemáticas da planta morrerem prematuramente. S (Enxofre) Funções: - Componente do protoplasma e enzimas Deficiência: - Semelhante a deficiência de N - Clorose intercostal das folhas jovens Muitos dos sintomas da deficiência de enxofre são similares aos da deficiência de nitrogênio, incluindo clorose, redução do crescimento e acúmulo de antocianinas. Tal similaridade deve-se a que ambos são constituíntes de proteínas. Entretanto, a clorose causada pela deficiência de enxofre aparece, em geral, inicialmente em folhas jovens e maduras, em vez de folhas velhas, como na deficiência de nitrogênio, porque, ao contrário do nitrogênio, o enxofre não é remobilizado com facilidade para as folhas jovens, na maioria das espécies. No entanto, em muitas espécies vegetais, a clorose por falta de enxofre pode ocorrer simultaneamente em todas as folhas ou até mesmo iniciar em folhas velhas. Fe (Ferro) Funções: - Metabolismo basal (reações redox) - Metabolismo do N - Sínteses da clorofila Deficiência: - Clorose internerval - Formação de gemas apicais suprimidas O sintoma característico é a clorose internervura. Ao contrário dos sintomas da deficiência de magnésio, no caso do ferro, tais sintomas aparecem inicialmente nasfolhas mais jovens porque o ferro não pode serprontamente mobilizado nas folhas mais velhas. Sob condições de deficiência extrema ou prolongada, as nervuras podem tornar-se cloróticas também, fazendo com que toda a folhatorne-se branca. Mn (Manganês) Funções: - Metabolismo basal (oxidases, fotossíntese, transferência de fosfatos) - Estabiliza a estrutura dos cloroplastos - Metabolismo do N - Síntese do ácido nucléico - Sinergismo com Mg, Zn Deficiência: - Inibição do crescimento - Clorose e necroses em folhas jovens - Abscisão das folhas Os sintomas associados a esta deficiência são a clorose internervura associada ao desenvolvimento de pequenas manchas necróticas, podendo ocorrer em folhas jovens ou maduras, dependendo das espécie vegetal e da taxa de crescimento. B (Boro) Funções: - Transporte e metabolismo de carboidratos - Metabolismo do fenol - Ativação de reguladores do crescimento (crescimento de tubos polínicos) Deficiência: - Perturbação do crescimento (necrose no meristema) - Reduzida ramificação das raízes - Necroses no floema - Perturbações da frutificação - Excessiva formação de cortiça Um sintoma característico da deficiência de boro é a necrose preta de folhas jovens e gemas terminais, ocorrendo nas folhas, principalmente na base da lâmina foliar. Os caules ficam anormalmente rígidos e quebradiços. A dominância apical pode ser perdida, tornando a planta altamente ramificada,tornando os ápices terminaisnecróticos devido a inibição da divisão celular. Podem apresentar anormalidades relacionadas a desintegração de tecidos internos. Cl (Cloro) Funções: - Efeito coloidal (aumenta a hidratação) - Ativação de enzimas (fotossíntese) Deficiência: - Enrolamento das folhas - Engrossamento das raízes Plantas deficientes em cloro desenvolvem murcha dos ápices foliares, seguida por clorose e necrose generalizadas. As folhas podem exibir crescimento reduzido, eventualmente assumindo umacoloração bronzeada "bronzeamento". Os íons cloretossão muito solúveis e geralmente disponíveis no solo porque a água do mar é carregada para o ar pela evaporação e transpoirtada pelo vento e distribuída pelo solo quando chove. Portanto, a deficiência de cloro é desconhecida nas planatas que crescem em habitats nativos ou agrícolas. Mo (Molibdênio) Funções: - Fixação do N (redutases) - Metabolismo do P - Absorção e translocação de Fe Deficiência: - Perturbação do crescimento - Escurecimento das margens das folhas Oprimeiro indicativo desta deficiência é a clorose generalizada entre as nervuras e a necrose das folhas mais velhas.. Em algumas espécies,pode não existir a necrose, mas asfolhas podem tornar-se retorcidas e morrer. Existe a possibilidade que a formação de flores seja inibida ou as flores podem cair prematuramente. Cu (Cobre) Funções: - Metabolismo basal (fotossíntese, oxidases) - Metabolismo do N - Metabolismo secundário Deficiência: - Extremidades secas - Enrolamento das folhas - Clorose em folhas jovens O sintoma inicial de sua deficiência é a produção de folhas verdes escuras, que podem conter manchas necróticas. As manchas necróticas aparecem primeiro nosápices das folhas jovens e então estender-se em direção a base da folha, ao longo das margens. As folhas podem também ficar retorcidas ou malformadas. Sob deficiência extrema, as folhas podem cair prematuramente. Zn (Zinco) Funções: - Formação de clorofila - Ativador de enzimas - Metabolismo basal (desidrogenases) - Degradação de proteínas - Biossíntese de reguladores de crescimento (AIA) Deficiência: - Descoloração das folhas mais velhas - Perturbações na frutificação A deficiência de zinco é caracterizada pela redução do crescimento internodal e, como resultado, o crescimento rosetado apresentado pela planta, no qual as folhas um agrupamento circular que se irradia do substrato ou próximo do mesmo. As folhas podem apresentar-se pequenas e retorcidas, com margens de aparência enrugada. Em algumas espécies as folhas mais velhas podem apresentar clorose internervuras e consequentemente desenvolver manchas necróticas brancas. Ni (Níquel) Funções: - Componente da urease (mobilização do N durante a germinação) - Catalisa a hidrólise da uréia em NH3+ + CO2 Deficiência: - Sintomas de deficiência pouco documentados. Plantas deficientes em níquel acumulam uréia em suas folhas e, em consequência, apresentam necrose nos ápices foliares. Chuck Amaral e Débora de A. Lage Referências: Cruiziat, P. and Richter, H. 2002. The cohesion-tension theory at work. www.plantphys.net. Essay 4.2 Fisiologia Vegetal - Lincoln Taiz e Eduardo Zeiger []'s
  7. 2 points
    depois de anos sem cultivar,,,, dando pegas em prensadao cá e lá nos churras com a galera voltar a ter do próprio green, 100% livre de coisa ruim. NAO TEM PREÇO Que Gaia abençoe à todos.
  8. 2 points
    o negocio e viper eprecta 20000000w frul splectum!!! muito barato e potente consigo levar um hectar!!!
  9. 2 points
    Os estudos sobre cannabis mais impactantes de todos os tempos, por Leafly: https://www.leafly.com/news/science-tech/most-impactful-marijuana-research-studies-of-all-time?fbclid=IwAR3TykSQy7lE3i2oqPlpJrPMA5c-vT6a2yR7s3tQQDq88QCMUNdfa4ACgHA
  10. 2 points
    nope, só exterior-br. não é mais crime, mas ainda hoje é capaz de receber uma punição administrativa de um orgão do estado.
  11. 2 points
    Estou falando de 400w reais em um painel de COBs. Sempre utilizo números reais. Se vc está com um painel de 600w em 60x60cm e ainda acha pouco, verifique se seu painel não é mentiroso na potência. Pra 60x60 os painéis de 200w já sobram, tendo que diminuir a potência no dimmer durante o início do ciclo.
  12. 2 points
    cara, o que dizer sobre as automáticas? que são automáticas xD, são plantas com o cliclo menor, não dependente de fotoperíodo, que irá vegetar e florir no período de 60~90 dias dependendo da strain, ela é sim uma planta que exige menos cuidados, mas por outro lado, ela não permite erros. todo cultivo, toda a planta, que passar por algum problema, overwatering, overfert, poda incorreta, overfert etc etc...ela irá travar o crescimento, até você corrigir o problema e ela se recuperar, se um problema acontece na automática, ela trava, e o tempo passa, o que compromete totalmente o desenvolvimento da planta, então ela é mais fácil, é, porém exige muita atenção. Eu particularmente recomendo que você plante já no seu vaso final, dá para transplantar? dá, mas é muito complicado, e precisa ser feito com muito cuidado e para solos iguais, para ela não estressar de forma alguma, então só recomendo transplante se precisar MESMO, ou seja, plante no vaso que você pretende levar o ciclo todo, 30L? é um deserto do saara para uma cannabis recém germinada, vaso muito grande, você vai ter problemas. Podas? acho que a galera se divide entre fazer ou não na automática, eu não gosto, acho que o ciclo é muito rápido para ela se recuperar e produzir decentemente, porém se tu cultivar em um ambiente pequeno, tipo um pc grow, que por natureza a planta já é quase um bonzai, eu podaria. sobre o rendimento, é relativo, as vezes a automática produz menos devido a sua strain, sua genética, normalmente ela produz bem, mas deve ser feito todo o processo correto para finalizar, é opinião de cada cultivador, você não vai encontrar a VERDADE plena, cada um tem seu ambiente, suas diferenças, que gera resultados diferentes, você vai ter que cultivar, aprender, desenvolver tuas técnicas.
  13. 2 points
    Acho que uma conversa a 3 aí na sua casa iria resolver a situação e ainda fortalecer a relação de voces. Primeiro convence seu marido que não existe como esconder, o filho ja sabe que ele usa, e ficar mentindo é justamente o exemplo que voces não querem dar para ele. Fala que voces usam, que ele pode usar e que ninguem mais da familia precisa saber disso, ele tem que manter a descrição para os avós, parentes e afins. Tentar proibir definitivamente não vai funcionar, a unica coisa que ele vai fumar escondido, voces vao fumar escondido, e assim por diante.
  14. 2 points
    Irmão, suas palavras me deram um alívio imenso. Não só pelo esclarecimento bastante eficaz quanto à minha (tola) preocupação com os exames admissionais, mas também pelo que você disse no último parágrafo. Uma de minhas tristezas ao longo da minha breve caminhada por este mundo foi o fato de ser subestimado e humilhado pelo meu próprio sangue (e por quem eu amei) em função do uso da Cannabis. Eu comecei a fumar com 13 anos. São 10 anos de olhares de desprezo e dedos apontados quase sempre acompanhados de uma frase depreciativa, como: "Você está queimando seus neurônios, maconheiro de merda!". Minha sorte foi nunca ter ouvido essas pessoas. Principalmente quando eu fui internado, obrigado a dividir um quarto com 7 homens e ver a luz do sol apenas quando ele estava se pondo, pois era quando ele podia ser visto pela greta da janela. Fui literalmente torturado por questionar os métodos dos "profissionais" ali incumbidos de "melhorar minha qualidade de vida": agressões, privação de comida e água, excesso de sedativos e constantes tentativas de lavagem cerebral com fins exclusivamente financeiros, e não humanos. Mas, sabe... A cada maldito dia naquele inferno, brigando com os funcionários e com os internos até conquistar respeito e um certo medo para que eu não me tornasse o bode expiatório dos demais, fui ficando mais forte e adquiri mais clareza até entender que o meu maior adversário, seja dentro de uma clínica/hospício, seja aqui do lado de fora, sou eu mesmo. Eu tive que vencer meu ego para me manter vivo ou não matar ninguém. E tudo isso por conta de uma sociedade hipócrita que demoniza um instrumento de cura, pois é assim que eu sempre enxerguei a erva: uma cura (mesmo que efêmera) para uma vida difícil, uma vida sem paz, uma vida sem amor: uma vida que eu vivi e que, em partes, ainda vivo. Amigo, desculpe o textão, aproveitei o embalo para desabafar, afinal não tenho amigos por perto e a solidão intenta me atordoar, mas é bom saber que existem pessoas, como você, que entendem o real significado do meu relato. Muito obrigado e muita paz para você, meu irmão.
  15. 2 points
    Isso não é ser novato, cara. Isso é ser preguiçoso. Tem um monte de novato aqui nadando de braçada e você com esse papo na maior cara de pau... Fórum não é ferramenta de busca, muito menos de consultoria, mermão. Tá viajando... Uma pena não haver mais moderação aqui... Eu até ia acompanhar no outro tópico e tentar te ajudar mas depois dessa... Eu heim
  16. 2 points
    Eu acho que esse NPK ai vai prejudicar a vida do seu solo, gerar desiquilíbrio e para usar fertilizantes desse estilo é melhor fazer um cultivo inerte. Tenta fazer um orgânico 'de verdade', com solo bem composto, cheio de vida e 'fertilizantes caseiros' que vão ajudar a manter essa vida na eficiência total. Estou utilizando o mesmo solo já vai fazer 3 anos e nunca precisei colocar nenhum fertilizante comprado, só receitas caseiras. Pesquisa sobre KNF (Korean Natural Farming), sobre composição de solo e sobre no-till.
  17. 2 points
    Hahahaha, manda pro condomínio do Bolsonaro... 🤑
  18. 2 points
    No RARGB tem várias opções de torrent pra esse filme legendado No legendas.tv tem algumas opções de legenda
  19. 2 points
    Entao galera! Licença pra chegar com toda humildade e respeito.. Quero falar o do pq a guerrilha é a melhor opção. . Além se ter marias enormes e fazer monstros de até 3 metros.. recheadas de buds de forma segura e econômica. . Vejo que muitas pessoas tem bastantes problemas com moradia e privacidade e mesmo mudando de casa.. de alguma forma tem que se mudar de novo, pq deu problema em alguma questão. . Então galera.. oque precisamos aprender com a cannabis é que nos é dado um remédio para um todo... Precisamos lutar contra nossas vontades, principalmente se tratando de prensando que eh colhido verde, mais tendo um alto teor psicoativo e pouco sedativo (narcotico).. Lembre-se : Dar um tempo, também faz a cabeça. . Se tratando da gelera que tem sementes somente de prensado.. Então, é ai que mora a chave..! Comece se tornando um usuário medicinal apartir do momento em que vc colocar a semente na terra.. Então, eu tinha uma guerrilha com uns brother da qual lombro rapaziada.. nem pela polícia por alguns milicianos. .pega a visao rasta... Tinhamos achado um lugar perfeito.. com agua perto uma montanha bem alta mesmo.. na mata atlântica. .!! Então colhemos alguns kgs.. eramos 5 pessoas.. passamos o ano bem.. um chamando o outro de snoop dog..hehe Eram sementes de prensado.. pq estávamos estudando muito e praticava mais de forma experimental e revendo e vendo algumas teorias como o uso do complexo b (principalmente a b1) Entao, partimos pra mata.. !! Foi incrível estávamos todos organizados e focados.. a final queríamos parar de financiar o tráfico e conseguimos. . Só que paramos e nos encostamos com nossa colheita.. quando faltava algumas poucas centenas de gramas.. pensei. Vai acabar e pow não posso voltar a consumir erva com sangue. .! Reuni a galera e falei que precisavamos plantar pq iria acabar uma hora.. isso ja tinha passado 6 meses.. e ninguém deu idéia. . Então falei que ia estudar mais e produzir sozinho mais do que produzimos juntos. . E depois ainda dividiria de boas com eles.. Veio o trabalho. . Um mês antes da primavera.. cova pra lá cova pra ca. . Bem espaçadas e profundas.. solo com muito húmus e palha de bambu esterco de diversos animais.. Vários chás orgânicos. . ! Falei de forma contente oque tinha feita e que todos era bem vindos. . Eles se empolgaram e foram la de forma desatenta deixando rastros ( não se esquece! Você sempre ta sendo observado) Um certo dia um dos amigos simplesmente colocou o mochilao" e foi achando que tudo tava bem.. sendo que avisei a eles que as ferramentas tinha sumido e não era bom ir pq eu não sabia quem tinha pego.. Blz.. chegando la o rapaz foi apertar um embaixo se uma das árvores e admirando a paisagem.. foi quando chegou dois milicianos. . Amarram eles tacaram fogo no acampamento perguraram se ele vendia.. se ele dava maconha pra criança.. fizeram ligação pra saber se podia matar ele.. ele falou que era usuário e mesmo assim chamavam ele de viciado. . E chutaram coisas perto dele.. muito terro psicológico.. por fim vateram um pouco nele e falarqm falaram que se pegasse ele ou mais alguém la iria matar.. isso no meio do matagal. . No fim das contas o cara ficou mais triste que eu.. Perguntei a ele se os caras tinha tirado as plantas ele disse que não. . Foi ai que eu vi que eles queriam a erva pra eles.. Nao recomendo a ninguém. . Passado 9 semanas.. orei.. pedi pra eu colher somente oque eu plantei. . Sai.. cheguei la antes do sol raia. .as meninas tavam com muita fome e nao podia fazer nada alem de colher.. fiquei feliz pq xonsegui colher.. mas nao ficou tao egal pq deu macho.. sementes.. mas sai de certa forma feliz pq tinha pegado meu mato, mesmo sabendo da droga que eh a erva verde.. a idéia era deixar passar um pouco do tempo de colheita pra extrapolar o rendimento e medicina. . Por se tratar de sativas possui pouco cbd e mais thc.. deixaria passar pra ter um pouco mais de remédio ja não aguentava mais thc.. mas enfim.. A resistência não para.. final desse inverno resolvi achar um local. Dessa vez sem explanar pra ninguém (O segredo é o segredo) achei uma montanha fiz um m2 de cova.. adubei com com serrapilheira e esterco e composto. .coloquei farinha de osso q eu preparei e torta de mamamona que também preparei.. ate agora nao gastei nada.. so com calcário. . Coloquei calcário por cima e um pouco misturado. .deixei descansar por 15 dias.. o solo comeu tudo.. a primeira adubação vc faz pra cova depois vem pra planta nesse mesmo momento as seeds de kunk que tinha comprado em uma paranga germinaram e se mostram forte..elas com 15 dias a cova mineralizada também. . Fui ate la fiz adubação com Serrapilheira e esterco variados e mais torta de mamona..e coloquei forth plantio por cima e um pouco misturado..passram mais 15 dias a planta ja tinha um mes com 4 nó extremamente forte .fiz a poda pra maior rendimento e pra prolongar o estado vegetativo. .e adubei com um pouco de esterco de aves e calcário. .! Quando ela começou a crescer.. molhei ela com b1.. na manhã seguinte fiz o suporte na mochila sai antes do sol aparecer transplantei as meninas. . Reguei bastante, coloquei linha de pipa na altura da canela em alguns lugares que levam até la.. caso arrebentem, sei que alguém esteve por la.. passando um mes fui ate a guerrilha e todas a linhas estavam intactas e as meninas cresceram 40cm.. agora com 60 cm Uma delas se mostrou ser fêmea e a outra que podei duas vezes ainda tá vegetando mas to confiante no mato.. Adubei.. amarrei.. as chuvas são constantes a final eh epoca de guerrilhar..vc precisa vê o índice decchuva mensal na sua cidade.. apesar da cannabis resistir a seca..vc pode usar gel retensor hídrico. . No meu caso gel de fralda hehe.. Fiz tambem outro ponto de guerrilha pra levar as gurias que ja estão quase prontas pra partir pra natureza.. Eh isso galera a idéia eh fazer quatro covas em lugares distintos uma pra cada estação. . Assim sempre terás erva fresca todo o ano..! A planta vai te surprender..! Sou formado em jardinagem e paisagismo e estudo agrônomia e biologia. . Galera depois colocarei fotos das meninas que vao me render bastante.. Então achado o local com bastante sol mais de 8 hrs de sol direto. .e um índice de pluviosidade rasuavel colheras belos buds e nao precisar ficar rindo toda semana.. se chover cc pode ficar ate 20 dias de boa.. Lembre-se ela terá um sistema radicular forte e resistente colocando um pouco de cloreto de potássio e enxofre garatirar a defesa dela contra quase tudo.. ela vai crescer a virar uma bela arvoreta.. o risco eh menor o rendimento e maior o custo eh menor e se der errado vc não levou problema pra casa, oque dever de todo homem a sua casa eh lugar de paz.. Experimente deixar a erva crescer feito mato selvagem! ! Atualizações e breve... Namastê! O Deus que habita em mim saudá o Deus que habita em você. . Paz paz paz paz e muito flor com amor
  20. 2 points
    faz o seguinte , pega um pedaço de papel higienico uns 1 metro e meio ou 2 metro , dobre no meio e começa a trançar ele , trança bem msm , depois é só pega ele e colar na parece e acender , dai ele fica queimando devagarsinho e ajuda a abafar o cheiro da maconha, chama teresa , aprendi na cadeia
  21. 2 points
    Eu uso numa estufa 80x80: 3 vasos de 15L e 2 de 11L pra automaticas e ainda cabem uns 4 de 4L no meio (pq vegeto sementes FEM enquanto as auto florem). Da pra fazer também um sog com uns 12 vasos de 7L. Eu sugiro o seguinte: germinação em Vaso de 3L, Vega no de 7L e flora em 11L. Mas tem que ver a strain, se for uma com muita predominância sativa, num vaso de 11L pode passar a altura. Meu set é parecido com o seu, da uma passada no meu diário, estou Florindo umas auto e logo começo a vegetar uma mãe pra fazer um sog.
  22. 2 points
    Suspeitei desde o princípio! E para mim a questão de aquecer o corpo também segue secundária, e como cada dia ta mais frio ta quase virando um bônus. hehehe Mesmo assim, ainda tenho a esperança de que surjam as capinhas, para resolver (ou tentar) essa questão para as pessoas que se incomodaram. As vezes me incomodo com o ruído, mas é sempre quando estou com a aparelho ao lado da orelha, estranhamente isso parece que é um gesto involuntário que faço as vezes. Mesmo assim também continuo achando o aparelho fantástico, e tenho feito umas sessões de puro sabor ligando ele por volta dos 150 °C, começando assim consigo fazer 3 sessões(10 min) por dose de erva, encerrando na temperatura alta. E com duas baterias consigo passar o dia tranquilo, claro que com um carregador externo (do ML bem baratinho, demora "infinito" mas carrega bem). O carregador Nitecore que eu pedi, demorou 1 mês para eu saber que o rastreio que o vendedor havia me dado estava indo para Israel, então eu cancelei e desencanei de comprá-lo, ficou para outro aventureiro a missão de descobrir a qualidade dele. To negociando com um produtor de peças de vidro para fazer o adaptador 10 mm para 14 mm se ele topar eu aviso aqui para quem tiver interesse.
  23. 2 points
    Tenho essa planta com 3 meses ja. e queria saber se ela ja esta florindo ( e o meu primeiro cutivo indoor) e se ja posso colocar ela no esquema 12/12 de iluminação ela esta em esquema com 2 led de 20watts e uma fluorescente de 45 w
  24. 2 points
    ESPERO QUE AJUDE! http://www.seedsman.com http://www.hipersemillas.com http://www.e-sharede...om/welcome.html http://www.africanseeds.com/ http://www.thebcsc.com/index.asp http://www.gnosticgarden.com/ http://www.emeryseeds.com/ http://www.directnet...edbank/main.htm http://www.eurohemp.com/ http://www.hempqc.com/ http://www.seedsdirect.to/frame.html http://www.seedwars.com/nie/list.html http://www.somaseeds.nl/ http://www.tambu-smart.com/ http://www.ganja.co....ukka/index.html http://www.thompson-morgan.com/ http://www.willyjack.com/1stpage.html http://www.sensiseeds.com http://www.seriousseeds.com http://www.easyseeds.com http://www.tokacola.com/ http://members.tripod.com/johnnyreeferseed...0/mainpage.html http://www.seedbankupdate.com
  25. 2 points