Bancos de sementes de maconha: dicas para comprar deles

Chega uma hora na vida do cultivador que conhecer os bancos de sementes de maconha se tornam parte do processo de cultivar ou pelo menos começar a ter acesso à genéticas conhecidas e estabilizadas. E quando esse momento chega, o grower quer saber mais sobre os bancos de sementes e o objetivo desse post é justamente esse: falar tudo sobre os seeds banks, como também são conhecidos os bancos de sementes de maconha.

O que são bancos de sementes de maconha?

Resumidamente, os bancos de sementes de maconha, ou seeds banks como são conhecidos, produzem e comercializam sementes de diferentes strains, vendendo elas tanto feminizadas quanto regulares ou automáticas.

Esses bancos de sementes contam com breeders, também conhecidos como geneticistas, que são growers experientes e responsáveis por fazer cruzas entre variedades de Cannabis e por perpetuar outras produzindo sementes de qualidade.

Como os seeds banks vendem suas sementes

Online

O interesse dos brasileiros e dos cultivadores do mundo todo pelos bancos de sementes de maconha não é a toa não. É que eles vendem essas sementes online e costumam enviar para qualquer país. É claro que essa semente pode até não chegar ficando presa em alguma alfândega, porém é possível e muita gente consegue fazer isso de boa. Isso porque esses seeds banks mais famosos também já estão espertos e enviam em embalagens diferentes facilitando a vida dos cultivadores.

Presencialmente

É possível comprar dos bancos de sementes de maconha em alguns países ou eventos cannabicos ao redor do mundo. Na Expocannabis, que rola no Uruguai, por exemplo, participam vários seeds banks que comercializam durante a feira. O mesmo acontece na ExpoWeed do Chile, na Spannabis da Espanha, e outros eventos por aí.

Também é possível comprar diretamente dos bancos de sementes na Holanda, por exemplo, já que muitos possuem lojas em Amsterdam justamente por conta da grande procura de turistas pelas seeds.

Dicas importantes para comprar sementes de um banco

Além de ser difícil escolher entre tantas opções de sementes, strains, e bancos, é preciso estar atento a outros detalhes para fazer uma compra segura desses bancos de sementes quando está fazendo isso online. Isso porque importar sementes é proibido, e como falamos acima, embora eles já estejam acostumados com isso, é sempre bom tomar alguns cuidados.

Opção de envio discreto dos bancos de sementes de maconha

A maioria dos bancos de sementes de maconha que vendem online tem uma opção chamada ENVIO STELF ou DISCRET SHIPPING. Isso significa que eles vão tirar as sementes da embalagem original e disfarçam colocando dentro de outro produto qualquer, pois já sabem o que dá certo ou o que dá errado. Isso aumenta a chance das seeds chegarem.

Endereço para receber as sementes

Outra dica é enviar as sementes para um local onde não seja o seu cultivo, porque se der algum problema eles vão bater nesse endereço então é melhor enviar para alguém que não tenha maconha em casa. Publicamos um vídeo recentemente explicando passo a passo como fazer a compra corretamente.

Pagamento

Para evitar rastreamento do pagamento das sementes junto à operadora de cartão de crédito, por exemplo, é possível fazer o pagamento online através de bitcoin, que certamente é a maneira mais segura ou através de outros apps de pagamento.

Comprando em um viagem

Se for comprar as seeds presencialmente fora do país, na hora de trazer é legal fazer o mesmo que os bancos fazem com o envio. Tirar da embalagem e trazer somente as sementes para não dar nenhum problema. Semente não tem cheiro então a chance de dar algo errado se você esconder bem, é pequena.

VÍDEO: Dicas para conseguir sementes para o seu cultivo

Todas as sementes dos seeds banks vão germinar e dar certo?

Não exatamente. Embora as sementes dos bancos sejam estabilizadas e costumam ser de qualidade, isso não é certeza de que vão germinar e crescer corretamente. Se elas forem sementes regulares, como o próprio nome diz, elas podem vir tanto fêmeas como plantas macho. Já as feminizadas vão ser sim feminizadas, mas na hora de germinar qualquer semente é preciso fazer isso da forma correta e prestando atenção em fatores como temperatura e armazenamento delas. Sem isso não tem milagre.

Quais os tipos de sementes encontradas

Os bancos de sementes de maconha comercializam 3 tipos de sementes: as feminizadas, que são as que têm 99% de chance de serem fêmeas, que é o que todo grower quer. As regulares, que podem ser tanto fêmeas quanto machos. E as sementes automáticas, que podem ser tanto feminizadas quanto regulares e que recebem esse nome por serem autoflorescentes e não dependerem do fotoperíodo para florar.

As genéticas dos bancos de sementes podem ser com predominância Sativa ou Indica, como também pode ser híbridas. Além disso, os seeds banks têm suas genéticas próprias muitas vezes, além de oferecer também as suas versões de strains conhecidas no mercado. A quantidade é vasta e passa por strains com mais CBD, outras com mais THC, e assim por diante.

Pacote de um banco de sementes de maconha – Créditos DNA Genetics

Qual a vantagem de comprar dos bancos de sementes de maconha?

Saber qual genética está cultivando, as características dela e suas particularidades de cultivo ajudam muito o grower. E para quem gosta de degustar diferentes sabores e aromas, os bancos de sementes de maconha ajudam a ter acesso à genéticas capazes de agragar os mais variados paladares.

Principais bancos de sementes do mundo

  • Sensi Seeds.
  • Mr Nice Seeds
  • Resin Seeds
  • Dutch Passion
  • DNA Genetics
  • Karma Seeds
  • Soma Seeds
  • Serious Seeds
  • Greenhouse Seeds
  • Humboldt Seeds
  • Rare Dankness Seeds
  • Barneys Seeds
  • T.H. Seeds

Dica antes de comprar de bancos de sementes de maconha

Muitos cultivadores iniciantes brasileiros costumam deixar de cultivar ou só começam quando têm acesso às genéticas dos bancos de sementes. Acontece que para começar qualquer semente serve, pois a chance de se tirar ao máximo da planta de primeira é muito pequena comparado ao investimento muitas vezes de se comprar sementes de fora. Portanto, a dica do Growroom é começar com a melhor semente que tiver disponível, inclusive de prensado. Depois que aprender um pouco a cultivar daí sim vale a pena investir nas melhores genéticas.

Bancos de sementes oferecem várias opções de strains – Créditos Cannabis Scaled