Eventos cannábicos: saiba o que está rolando

Eventos para acadêmicos, cultivadores, empresários e maconheiros ocorrem cada vez mais no mundo inteiro. Entenda melhor o que está acontecendo e saiba onde buscar informações e conhecer pessoas do ramo!

0
292
A última Expoweed Chile aconteceu entre 1 e 3 de dezembro na cidade de Santiago — Foto: facebook.com/Expoweed

A campanha internacional de proibição da cannabis perdeu muita força nos últimos anos. A comprovação do uso da planta para fins medicinais, as possibilidades industriais que ela apresenta e também o ativismo de maconheiros do mundo inteiro auxiliaram na desmistificação da planta e na desestigmatização dos usuários que, apesar de existir, vem perdendo força a cada dia.

Tais avanços impulsionaram mudanças legislativas em diversos países, alguns menores como o Uruguai, outros grandes influenciadores da cultura e da geopolítica internacional como os Estados Unidos. Com a quebra de tabus e a queda do proibicionismo como verdade incontestável, o debate ganha um terreno fértil, historicamente pouco explorado, com um número grande de agentes e maior ainda de curiosos.

Leia mais:
Tudo que você precisa saber sobre a Expocannabis Uruguay 2017

Confira o que rolou no debate sobre cultivo que aconteceu em São Paulo

Esse ambiente favorece que eventos relacionados a cannabis aconteçam ao redor de todo o planeta. Eles podem englobar a comunidade acadêmica, empresarial e – é claro – maconheira. Atualmente existem três formatos principais de eventos, que funcionam como network, plataformas de informação e também como uma confraternização de caráter recreativo, mais voltado para o grande público que se deseja se informar a respeito desse assunto.

ACADEMIA

O CID aconteceu de 3 a 5 de maio de 2013, no Museu Nacional da República, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF) — Foto: facebook.com/pg/CongressoInternacionalsobreDrogas/

Existem uma série de eventos acadêmicos que envolvem o assunto cannabis. Entre colóquios, conferências, simpósios e outras nomenclaturas, os encontros têm forte periodicidade e ocorrem em diferentes cidades, estados e países há muitos anos. Os temas são dos mais variados, entre biologia, empreendendorismo, história, psiquiatria e muitas outras possibilidades.

A academia proporciona um dos principais espaços de troca de informação. Novos estudos, descobertas e pesquisas ganham um local de explicação, proporcionando uma experiência carregada de muita informação e frequentemente conta com o apoio não só de universidades, mas também de fundações e empresas.

Palestra do Dr. Elisaldo Carlini no curso da Associação Cultive

Entre os principais eventos do mundo, está a Reform Conference que acontece a cada dois anos e é organizada pela ONG estadounidense Drug Policy Alliance. Em 2009, William Lantelme Filho, fundador do Growroom, foi convidado para participar do evento em Albuquerque, no estado do Novo México e afirmou que os brasileiros costumam marcar presença no evento.

Em 2015, a Reform Conference recebeu mais de 1.500 pessoas em Washington — Foto: facebook.com/pg/ReformConference/

No Brasil, existem muitos eventos anualmente. Em 2013, Brasília sediou o Congresso Internacional sobre Drogas (CID), com muitos participantes, auditórios lotados e muito conteúdo disponibilizado no Youtube. A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) é uma das principais linhas de frente nesse assunto, com o Simpósio anual sobre a planta que chegou à sua 5ª edição este ano. Além disso, colóquios e conferências vêm sendo cada vez mais frequentes em diferentes universidades pelo país.

As articulações ganharam força também em associações com o teor medicinal, no caso da Cultive por exemplo, que organiza cursos de cultivo para pacientes que fazem uso da Cannabis medicinal.

A Reform Conference é um evento bianual — Foto: facebook.com/pg/ReformConference/

O tema está em alta e até o lado que procura manter a proibição da cannabis está articulado nesse tipo de evento, tendo em vista o USP Talks que ocorreu em 2017.

EXPO

As Expos são eventos de caráter empresarial. Funcionam como um espaço onde as empresas e lojas se encontram e podem exibir seus produtos, fazer negócios, e é um excelente lugar para fazer networking e conhecer pessoas do ramo do mundo inteiro.

O evento visa reunir diferentes vertentes do movimento cannábico — Foto: expocannabis.uy

O evento normalmente traz uma série de discussões, palestras, músicas, entre outras atividades que promovem uma ampliação da experiência proporcionada.

A próxima edição da Spannabis acontece de 9 a 11 de março de 2018 em Barcelona (ESP) — Foto: facebook.com/Spannabis

As expos ganharam corpo no início nos anos 2000, em eventos como o Highlife, realizado na cidade de Utrecht (HOL), onde o Growroom esteve presente em 2003. Atualmente, esse tipo de evento já se multiplicou ao redor do mundo, seja nos EUA em estados como a Califórnia e do Colorado, como também a Spannabis, uma das maiores expos do planeta que ocorre em Barcelona (ESP).

Na América Latina, o Expoweed Chile foi um dos pioneiros, impulsionado pela forte presença dos bancos de semente. A Argentina também teve alguns eventos ao longo dos últimos anos e o ExpoCannabis Uruguay tem ganhado força com a legalização da erva no país. No Brasil, o Pot in Rio chegou a sua 5ª edição em 2017 e o Ganja Talks Fest chegou à 2ª edição em 2017.

O Ganja Talks fest comemorou os 30 anos do Verão da Lata em 2017 — Foto: Thieme Prado

COPA

As copas cannábicas são eventos de reunião com foco nos cultivadores. São espaços de troca de informação sobre a planta e também contam com o teor recreativo. As copas podem ser acompanhadas de atividades paralelas como shows, por exemplo.

Abaixo, um vídeo explicativo da Cannabis Cup realizado pela High Times:

Cada copa tem seus critérios de avaliação, mas normalmente é avaliado o sabor de cada planta, que pode ser achocolatado, cítrico, doce, incensado, outro quesito é a textura, pensando no cuidado à planta, se está bem resinada ou seca. Além disso, o critério efeito também é analisado, que depois de um dia inteiro de competição pode ser complicado.

Desde 1988, a empresa estadounidense High Times organiza a Cannabis Cup, que acontece em locais onde o uso medicinal ou recreativo é legalizado. Por muitos anos aconteceu na cidade de Amsterdam (HOL), mas recentemente ganhou outros espaços, como em diferentes cidades da California, o estado de Michigan, a cidade de Seattle.

Em 2018, a Cannabis Cup vai acontecer na Jamaica entre o dia 1° e 4 de março e chega à Espanha durante o verão europeu, entre junho e setembro — Foto: www.cannabiscup.com

Os latino americanos tem a Copa Cannabica del Plata, na Argentina, como evento mais antigo, que chegou a sua 16ª edição este ano. Além disso, a Copa Cannabis Uruguay que começou em 2012 ganhou novas proporções em 2017 com o Cannabis Weekend, que atualmente contempla o evento. Ambos os eventos receberam William Lantelme do Growroom como jurado.

Veja mais sobre a Copa Growroom que ocorreu em Porto Alegre:

O Brasil ainda caminha vagarosamente. Existem muitos eventos que ainda ocorrem de forma privada pelo assédio que as autoridades promovem nos organizadores. A Copa Growroom aconteceu duas vezes por exemplo, uma em Florianópolis (SC) e outra em Porto Alegre (RS), mas parou de acontecer por problemas na justiça.

 

Deixar um comentário