SUG/25: Carta aberta aos senadores da Comissão de Direitos Humanos

1
940
A maconha é legalizada no Colorado

Na última quinta-feira (26), aconteceu em Brasília, uma audiência pública para discutir a descriminalização do cultivo da maconha para uso pessoal. Durante o debate, ministrado pelo senador Petecão, foram ouvidas pessoas favoráveis e desfavoráveis ao cultivo da cannabis no Brasil.

A Sra Andreia Salles de Souza, representante do “Movimento Brasil Sem Drogas”, deu uma série de argumentos se baseando na política de drogas do Colorado, nos Estados Unidos, para mostrar que a descriminalização não seria o melhor caminho.

Entretanto, os dados utilizados por ela foram vistos por Ana Beatriz Campbell, administradora do Programa de Políticas Públicas de Cannabis, de Denver, no Colorado, e uma carta aberta foi escrita aos senadores da Comissão de Direitos Humanos para que eles avaliem, desta vez com estatísticas corretas, a situação da descriminalização do Colorado.

O Growroom foi representado na audiência pública pelo coordenador jurídico Emílio Figueiredo, que avaliou a discussão como positiva.

—Nosso objetivo participando nessa audiência foi de sensibilizar o Senado para a urgência na descriminalização das condutas relativas ao cultivo doméstico e por clubes de maconha, mostrando a injustiça que sofrem os cultivadores presos e as possibilidades positivas com a descriminalização, principalmente o uso da maconha como ferramenta terapêutica.

Temos que continuar na luta, estudando e tendo argumentos para refutar as teses proibicionistas que nos são apresentadas há décadas.

Para ler a carta na íntegra, clique aqui 

Carta ao Senado_ComissaoDeDireitosHumanos (1)

1 Comentário

  1. Se houver mais audiências públicas, sugiro que destaquem alguém apenas para conferir as fontes, se são acessíveis ou não, já que há muita má fé e desonestidade intelectual por parte de alguns proibicionistas. Qualquer dado com um link em baixo se legitima. O mínimo que temos que fazer é conferir a fonte em tempo real para, se possível, confrontar o farsante imediatamente. Parabéns mais uma vez pela atuação.

    Abraços.

Deixar um comentário