Mevatyl (Sativex) tem registro aprovado no Brasil

1
8324

A Anvisa aprovou o registro do Mevatyl, mais conhecido como Sativex, no Brasil para o uso no tratamento de espasmos relacionados à esclerose múltipla. O spray oral contém 27 mg/ml de THC e 25 mg/ml de CBD e é produzido pela farmacêutica GW Pharma.

Leia na íntegra a decisão da Anvisa.

Há poucas informações sobre possíveis efeitos colaterais do medicamento, mas a Anvisa determinou que sejam incluídas, na bula, as seguintes recomendações: “Não é indicado para o tratamento de epilepsia”; “Não é indicado o uso por pacientes menores de 18 anos”; “Não é indicado para idosos (devido ao risco de quedas)”; “Não indicado uso na gravidez”; “Não é recomendável dirigir ou operar máquinas utilizando o medicamento” e “Não é indicado para usuários regulares de cigarro de Cannabis sativa ou com histórico de dependência”.

A agência ressalta que o medicamento não é indicado para o tratamento de epilepsia e menciona que:

“Conforme dados apresentados no dossiê de registro, a retirada repentina do tratamento de longo prazo com Mevatyl não resultou em um padrão consistente ou em um perfil temporal de sintomas semelhantes à abstinência, e a consequência provável dessa retirada será limitada a perturbações transitórias do sono, emocionais e do apetite em alguns pacientes. Não foi observado aumento da dose diária com a utilização de longo prazo, e os níveis de intoxicação autorelatados pelos pacientes são baixos. Por estas razões, a dependência de Mevatyl é improvável”.

A declaração da Anvisa nos leva a concluir, então, que segundo a agência, essa concentração de THC não causa dependência, mesmo que seja utilizada até 48 vezes por dia, conforme as recomendações a pacientes também presentes no relatório.

Ainda não há informações sobre quando o Mevatyl estará disponível e quanto custará. No entanto, se o valor for similar ao da venda de Sativex em outros países, é provável que o medicamento não seja barato.

É importante lembrar que o Mevatyl só estará a venda mediante apresentação de prescrição médica.

1 Comentário

Deixar um comentário