Joe Rogan: Maioria dos lutadores do UFC fumam maconha

0
1386
Joe Rogan: Maioria dos lutadores do UFC fumam maconha

Você ja deve ter ouvido falar de lutadores com dores crônicas, mas e lutadores com dores crônicas que fazem uso de cannabis?

O comentarista do UFC, Joe Rogan, um usuário assumido e militante da legalização da maconha, recentemente convidou para o seu Podcast, Bloody Elbow, o fundador e diretor executivo da Drug Policy Alliance, uma organização sem fins lucrativos, baseada em Nova Iorque, que trabalha para o fim da guerra as drogas (assista ao vídeo). Rogan não só confirmou acreditar, que existe o uso da droga no UFC, como também acha, que os lutadores estão queimando todas fora de suas agenda de lutas.

Isso também é uma coisa engraçada das artes marciais. Um número tremendo de lutadores do UFC fumam maconha. Eu to falando de um número gigante, e que o exame de drogas se tornou um grande problema, porque são obrigados a parar nas 4 últimas semanas para poderem passar nos testes. Há mais lutadores que fumam, do que não fumam”

Isso realmente não é nenhuma novidade para o presidente do UFC, Dana White, que em 2012 sugeriu o mesmo. No entanto, apesar de sua opinião pessoal sobre o assunto, Dana manteve o uso de maconha ilegal e os lutadores estão proibídos de fazerem seu uso.

Rogan, 48 anos de idade, diz que começou a fumar maconha quando tinha 30 anos. Tudo começou graças a seu amigo brasileiro, Eddie Bravo, com quem treinava Jiu-Jitsu, e com quem trabalhava nos primórdios do UFC, quando ele apresentava os resultados e as entrevistas após as lutas.

Antes de eu começar a fumar maconha, eu achava que isso era mesmo para perdedores. Eu pensava mesmo. Eu tive sorte. Eu conheci meu amigo Eddie Bravo e ele é um músico criativo, que me explicou como o ajudava a escrever e criar músicas. Ele era um cara bacana que eu costumava treinar Jiu-Jitsu.”

Apesar de Rogan, não considerar fumar maconha um grande problema, para as novas regras do UFC, o uso pode se tornar um grande problema para o lutador. Atualmente, os testes de uso de drogas são administrados independentemente pela USADA e o resultado positivo pode realmente virar um grande problema para o lutador. O programa de testes fora das competições executa um mínimo de 2750 testes a cada ano, e cresceu consideravelmente as punições para testes positivos.

Apesar dos testes serem para pegar substâncias que melhoram a performance do atleta (como os que foram usados por Anderson Silva) a política também é de proibir, aquelas que são consideradas drogas recreativas, como a maconha e a cocaína.

Talvez o caso mais conhecido de uso de maconha no UFC, seja do lutador Nick Dias, que foi pego três vezes em sua carreira. Outros lutadores que também foram pegos recentemente inclui Alex Cacares, Matt Riddle e Pat Healy. E apesar de Jon Jones não ter sido pego oficialmente pelo uso, em um acidente de carro em que se envolveu, foi encontrada uma pequena porção da erva, a qual alegaram que seria sua.

Atualmente, aqueles lutadores que forem pegos pela primeira vez por uso de maconha, ficam suspensos por um ano da competição. Essa suspensão pode dobrar em uma segunda vez e dobrar de novo se for pego por uma terceira.

O comentarista do UFC, Joe Rogan, acredita que a maioria dos lutadores do UFC ainda fumam maconha e se diz preocupado, como que testes mais rígidos podem impactar a vida de muitos lutadores no futuro.

Tradução livre de: Joe Rogan: Majority of UFC fighters are smoking marijuana – MMAmania.com