Metade dos americanos apoiam a legalização do cultivo caseiro de canábis

Quase metade dos americanos diz que o cultivo de maconha deveria ser legal e apoiam a legalização o cultivo de cânhamo, de acordo com um novo HuffPost/YouGov Poll.

A pesquisa on-line descobriu que 47%  acreditam que o cultivo de canábis deveria ser legal, enquanto 37% disseram que não deveria.

Os mais jovens eram significativamente mais propensos a apoiar a legalização do cultivo de maconha. Cerca de metade de todas as faixas etárias menores de 65 anos disse que o cultivo de maconha deveria ser permitido, em comparação com 36% das pessoas com 65 anos ou mais. A diferença partidária também foi clara: 54%dos democratas contra 34% dos republicanos apoiam a legalização do cultivo de maconha. Independentes ou apartidários somaram 48% de apoio.

Os resultados globais estão em linha com uma pesquisa anterior também realizada em parceria HuffPost / YouGov, que mostrou que 51% dos que responderam a pesquisa são favor da legalização da maconha, assim como em tributá-la e regulá-la de forma semelhante ao álcool. Uma pesquisa separada pelo Pew Research Center constatou que o uso da maconha legalizada ganhou o apoio da maioria pela primeira vez este ano.

Embora um pouco menos da metade do público aprove a legalização do cultivo de maconha, de acordo com os  resultados mais recentes do HuffPost / YouGov, 565 disse que o cultivo de cânhamo deveria ser legal, enquanto 24 % disseram que não deveria. 23% das pessoas que se opunham a legalizar o cultivo de maconha disseram que apoiam a proposta do cânhamo.

Uma alteração bipartidária introduzida esta semana pelo senador Ron Wyden (D-Oregon) eliminaria a proibição federal sobre cultivo de cânhamo industrial. No Colorado, o governador John Hickenlooper, assinou a Senate Bill 241  que aprova a criação de um novo programa do Departamento de Agricultura para supervisionar a regulamentação da produção e comércio do cânhamo comercial.

Conheça a Semana do Grower!