EU: 75 anos, presa por cultivar cannabis

Do Site da ENCOD,

O Jurnal TV, exibido na televisão da República da Moldávia, país da Europa Oriental localizado entre a Ucrânia e a Romênia, anunciou um caso que tem provocado revolta e constrangimento na comunidade antiproibicionista internacional.

Um ano atrás, a Sra. Olga Vladimir, uma avó de 75 anos, habitante da aldeia Teleseuca, foi condenada a 4 anos de prisão por cultivar cannabis para uso medicinal. Olga, admitiu não considerar que cometia um crime, já que havia aprendido com seus pais sobre os efeitos terapêuticos da planta e enviou uma petição ao Presidente interino da República da Moldávia – Mihai Ghimpu. Na petição, ela pedia perdão para o caso e permissão para que pudesse “morrer em casa e não na prisão”. Ghimpu Mihai disse que iria analisar o seu arquivo pessoal.

Esse não é um caso único do tipo na Moldávia. Em Chisinau, capital do país, ativistas têm se mobilizado em torno do caso e programam uma marcha de protesto em apoio à Olga Vladimir para breve.

Deixe sua opinião no fórum: CLIQUE AQUI

Conheça a Semana do Grower!