Jump to content


Photo
- - - - -

Ingerir maconha em forma de comida


  • Please log in to reply
25 replies to this topic

#1 high_life

high_life
  • Usuário Growroom
  • 101 posts

Posted 20 June 2006 - 10:21 PM

Terça, 20 de junho de 2006, 15h19 Atualizada às 19h55
Ingerir maconha em forma de comida pode causar surto psicótico

Eles parecem deliciosas guloseimas. O recheio, porém, pode levar a uma "onda" de vários dias, a problemas psíquicos e até a surtos psicóticos - total descontrole das funções cerebrais com alucinações auditivas e visuais. Estudo do psiquiatra Jorge Jaber e do neurologista Charles André, publicado este mês na revista americana 'CNS Spectrums', especializada em neurociência, alerta para os riscos do consumo da droga misturada, e ingerida, com alimentos.

» Leia mais notícias do jornal O Dia

Para ilustrar o trabalho, a dupla relatou o caso de carioca de 26 anos que, durante uma festa na Zona Sul, comeu brigadeiros recheados com Cannabis sativa. Segundo o psiquiatra, o surto do jovem durou 72 horas. A quantidade de tetrahidrocanabinol (THC), princípio ativo da maconha, encontrada na urina do paciente foi de 672 mg/ml, sete vezes maior que o de um cigarro da droga.

"Ele deu entrada no serviço de Psquiatria da clínica com um quadro de descontrole emocional paranóico. Ficou neste estado, muito grave e resistente à medicação, por 72 horas", conta Jaber. O rapaz precisou ficar internado por três semanas, mas o tratamento médico se estendeu por um ano. O efeito foi tão devastador, que o rapaz teve até perda de memória. "Foram três meses com uso bastante forte de medicação e um ano tomando remédios", completa.

O especialista explicou que, em algumas pessoas, o efeito da maconha (principalmente se ingerida em grandes quantidades) pode desencadear quadro psicótico sem fim. "A maconha serve como um gatilho. A pessoa não manterá o comportamento delirante, mas ficará obrigada a fazer tratamento permanente", esclarece.

Charles acrescentou que, ao ingerir a maconha em vez de fumá-la, a pessoa expõe o organismo a altos níveis do THC por longo período. Dependendo do metabolismo, a intoxicação pode durar dias. Essa "onda interminável" pode levar aos surtos, como com as anfetaminas.

O caso citado pelos médicos ocorreu há dois anos, mas Jaber se recorda que o jovem, à época, não era usuário de drogas. Na festa, ofereceram os doces sem avisar do 'recheio-surpresa'. Até hoje não se sabe quantos doces ele comeu.

O Dia

http://noticias.terr...3-EI298,00.html

#2 alimaum

alimaum
  • Usuário Growroom
  • 17 posts

Posted 22 June 2006 - 11:34 PM

tbm o cara devia se um gordinho de 120 kilos comeu uns 20 brigadero passo malzao hahaha
falta de responsabilidade da galera q fez a brincadera q naum aviso mas acho dificil ocorrer surtos psicoticos pq axo q pelo menos 1 vez todo mundo aki jah comeu maconha e naum passa mal ateh hj naum

#3 leprechaunz

leprechaunz
  • Usuário Growroom
  • 104 posts

Posted 23 June 2006 - 05:23 AM

Isso tudo é muito relativo.. e nem precisa dizer o quanto esses caras aí só tão interessados em aterrorizar e criar confusão com bobagem. Pra início de conversa, os "especialistas" aí são americanos, o que já quer dizer muita coisa. Proibicionistas, cientistas que já pesquisam algo que condenam moralmente.

E falar que o cara ficou 72 horas em surto psicótico, perdas irreversíveis na memória etc.. não consegui engolir essa.

Segundo um amigo meu que é médico, até existem relações e casos envolvendo maconha e surto psicótico, mas jamais podemos tomar a exceção como se fosse regra, né? Aliás ele ficou de me mostrar mais coisas a respeito e eu passo aqui quando tiver maior contato com outros estudos.

A propósito: 95% do que eu uso é por ingestão, e nunca tive problema algum, além dos efeitos colaterais que pra algumas pessoas são mais desejáveis e pra outras não muito - o que é normal: fome, sono, maior sensibilidade etc.. e esses caras ficam falando do nível alto de THC no sangue e tal, mas só faltou comprovar a relação sobre o porquê que isso é ruim. Pra mim isso pode ser bom, talvez não pra eles! Já dizia o Antonin Artaud, nessa cartinha que eu coloquei na minha assinatura.

Abs

#4 Mistico

Mistico
  • Usuário Growroom
  • 86 posts

Posted 23 June 2006 - 08:16 AM

Ta na cara que a reportagem é claramente tendensiosa e desonesta.

Ingerir brigadeiros (teriam 6 gramas ou mais de thc?) não seria tão diferente do que fumar 6 a 8 fininhos.

Daria bad do mesmo jeito.

Aqui a impensa omitiu/desconversou os riscos da "quantidade" e deu enfase ao "estilo" de consumo, o que sabemos não ser a maneira correta de avaliar do caso.

Santa ignorancia... ou seria algo proposital da imprensa?

#5 hshp

hshp
  • Usuário Growroom
  • 257 posts

Posted 23 June 2006 - 10:20 AM

kkkkkkkk

eu tive sindrome do panico por uns 5 meses.. culpa da maconha, mas hj ja me adaptei e sei usa-la certinha....

#6 high_life

high_life
  • Usuário Growroom
  • 101 posts

Posted 23 June 2006 - 10:39 AM

é bastante relativo, tem coisas tendenciosas mas também tem coisas que faz sentido, mas como o leprechaunz falou, não se pode pegar uma exceção e fazer de regra
falow.

#7 Weedy

Weedy
  • Usuário Growroom
  • 690 posts

Posted 23 June 2006 - 12:27 PM

Eu acho também que esse caso é uma exceção e que não deve ser levado à regra.

Os estudos com relação a esse caso podem até fazer sentido, mas eu acredito que isso seja uma exceção. E como outros ainda comentaram, não foram especificadas as condições exatas do consumo da droga, nem a quantidade e nem sob que efeitos.

Sem mais,
Weedy

#8 Ninguém

Ninguém
  • Usuário Growroom
  • 150 posts

Posted 26 June 2006 - 05:17 PM

Sei lá.
Conheço histórias que a mídia inventou problemas causados por alguma droga e depois foi comprovado ser mito. Quando vejo notícias assim eu leio mas fico sempre com um pé atrás.

#9 dangreen

dangreen
  • Usuário Growroom
  • 661 posts

Posted 28 June 2006 - 10:13 PM

esse brigadeiro aí tinha mais coisa na receita hein!!

#10 NaTuRaLiS SpIrItU

NaTuRaLiS SpIrItU

    Puxa um banco...

  • Usuário Growroom
  • 1084 posts

Posted 01 July 2006 - 07:49 PM

"Ele deu entrada no serviço de Psquiatria da clínica com um quadro de descontrole emocional paranóico. Ficou neste estado, muito grave e resistente à medicação, por 72 horas", conta Jaber.


glicose não resolveria o problema...

O rapaz precisou ficar internado por três semanas, mas o tratamento médico se estendeu por um ano. O efeito foi tão devastador, que o rapaz teve até perda de memória. "Foram três meses com uso bastante forte de medicação e um ano tomando remédios", completa.


que isso...essa foi feia..



ai ai...queria eu ficar 72 horas loko...

#11 dragonFly

dragonFly
  • Usuário Growroom
  • 65 posts

Posted 01 July 2006 - 10:01 PM

Já tinha escutado sobre esse desencadeio de simdromes psicóticas com chá de cogumelo (amanita prescisamente), mas maconha não.

Não existe relato de mortes devido a cannabis pois a maioria das pessoas faz o uso fumando. Não seria dificil ocorrer uma overdose em alguêm se o cara comesse 400g misturado com comida. Eu acho.....

o.O

#12 macerai o hemp

macerai o hemp
  • Usuário Growroom
  • 1671 posts

Posted 02 July 2006 - 02:46 PM

A droga que estereotipiza a psicose é a anfetamina, vendida nas farmácias, quase sem indicação médica (perda de peso), e uma indicação controversa para crianças hiperativas com Ritalina (anfetamina) que pode ser substituída por cafeína (cocacoca já impõe cafeína para as crianças), mas não vejo nenhuma médico proibicionista falar que a anfetamina tenha que ser proibida, nem o álcool... engraçado, né?

Primeiramente tenho que dizer que não sou médico, todos os dados foram retirados da rede, fiz uma sinopse e análise do tema. Existem muitas formas de ver a questão, inclusive a cannabis produz uma substância anti-psicótica, o CBD, canabidiol.
As pesquisas apontam para dois quimiótipos, um produz THC (expansor mental) e o outro produz CBD (anti-psicótico), ambos podem produzir canabinóides, CBN (ansiolítico), os quimiótipos não são totalmente excludentes, mas seguem a tendência a segregação.

Aqui no fórum existem dois tópicos posicionados diametralmente, um deles coloca a maconha com o potencial para ajudar na esquizofrenia e o outro coloca a maconha como causadora de esquizofrenia.


O que não é dito é que este surto não acontece com uma pessoa de mais de 50 anos (que não tenha esquizofrenia), pois o que vemos aí é um surto esquizofrênico, a doença já existe, possivelmente desde o nascimento (??), começa às vezes na infância e normalmente na adolescência, e existem vários tipos de esquizofrenia. A crise aguda ocorre em uma restrita faixa de idade e pode acontecer durante uma intoxicação alcoólica(ou de cafeína, etc), normalmente espera-se passar a intoxicação, inclusive para evitar a interação medicamentosa não estudada. A menos que o paciente esteja colocando em risco a sua vida, no meu leigo entender, o melhor a fazer numa intoxicação cannábica é esperar passar o efeito, proporcionar um ambiente agradável e seguro para o paciente, manter a hidratação e a alimentação leve (frutas e queijo minas frescal).

Temos o relato do Beackman em “Chá de Haxixe, dose massiva - Trip Report”, que descreve exatamente o que é uma intoxicação cannábica em indivíduos mentalmente sãos, e dois deles também inexperientes da onda. Maconha dá overdose, somente não mata de overdose, mas o desconforto é grande, tremedeiras, fortes alterações da senso-percepção, o preço é alto mas alguma experiência e maturidade pode ser conseguida, além do mais não deixa seqüelas fisiológicas, e passa rapidamente, porém o contrário pode ser dito para a esquizofrenia, que inclusive provoca perda de memória.
O número de esquizofrênicos não aumenta quando a cannabis é mais consumida, sabe-se disto pelos lugares de consumo legal, por exemplo Yunnan, Holanda, Espanha, e outras populações fartamente espalhadas pelo mundo inteiro. O número de esquizofrênicos não diminui quando a cannabis é proibida, a crise aguda ocorrerá de uma forma ou outra, a doença é pré-existente, não é provocada pela cannabis, às vezes Ela atua com um sinalizador desencadeando a crise aguda, o surto esquizofrênico, mas o álcool, a cafeína, a insônia, o estresse, e inúmeras situações podem desencadear a crise aguda, que pode advir mesmo sem estímulos externos ou estressantes presenciados.

tem que legalizar o uso médico, fazer as pesquisas e DESCRIMINALIZAR os usuários.

#13 borntoburn

borntoburn
  • Usuário Growroom
  • 163 posts

Posted 13 July 2006 - 08:29 PM

Imaginem as noticias "cientificas" na epoca da proibição do alcool nos jornais americanos .Algum jornalista ou não...sabe como buscar esse tipo de noticia?dessa epoca?

#14 Anny

Anny

    Usuário do mês - Novembro 2004

  • Usuário Growroom
  • 1402 posts

Posted 14 July 2006 - 03:16 AM

cara, de boa, vejo deiferença de fumar, só na duração que o efeito faz e na duração que a onda fica, bem mais quando ingerida....
Mas surto nunca senti ingerindo, porém fumando, já bateu umas viagens ruins, mas cada organismo tem sua reação ne?
Paz

#15 Growrunner

Growrunner
  • Usuário Growroom
  • 344 posts

Posted 14 July 2006 - 11:12 AM

Ta loco, eu to com o mistico... Reportagem tendensiosa e altamente desonesta...

onde ja se viu por causa de 7 baseados a pessoa ter um surto psicotico, olha so ca entre nois... eu ja fumei mais de 500g num dia com a galera e eu garanto que ninguem teve surto psicotico, pelo contrario ficamos numa boa :D

Se tivessemos comido entao, teria apenas diminuido os danos ao organismo, ou seja é MUITO MELHOR!!!

ps. alguem sabe quale a receita desse brigadeiro?? Os que e faço tem 50g e nao tao nem perto de dar surto psicotico :(

#16 dio logan

dio logan
  • Usuário Growroom
  • 2160 posts

Posted 15 July 2006 - 03:30 AM

kralho velho! 500 g num dia é impossivel.. é um puta tijolão!

#17 Growrunner

Growrunner
  • Usuário Growroom
  • 344 posts

Posted 16 July 2006 - 02:49 PM

Que tijolo oque... prensado nao é maconha nao rapaz, nao se iluda... EU TO FALANDO MACONHA, BELOTA, GALHO, PLANTA !!!!

#18 marconheru

marconheru
  • Usuário Growroom
  • 343 posts

Posted 17 July 2006 - 07:03 PM

segura a onda gordinho heahueahueauhaeuhae

#19 LuisPinotti

LuisPinotti
  • Usuário Growroom
  • 1 posts

Posted 26 December 2009 - 05:45 PM

Putz... Comigo não da certo comer. Sempre fico mal.
Teve um dia que eu fiz um brigadeiro e comi tudo. Isso foi à noite. De manhã eu acordei passando meio mal na cama. Quando eu levantei tive uma vertigem forte.
Foi foda... Passei um dia inteiro com "aftershocks".

#20 G.L.

G.L.
  • Usuário Growroom
  • 165 posts

Posted 27 December 2009 - 12:35 PM

Gente, sou estudante de Psicologia e posso afirmar o seguinte: Médicos falando em "Surto psicótico" como se fosse uma doença ou algo "comprovável" é pura abstração. A psicose não é algo que possa ser medido ou constatado. Ela é um conceito brando para "loucura", que na sintomatologia psiquiátrica tradicional inclui coisas como alucinações, delírios, perda da noção de realidade, etcetcetc, não se trata de algo como FEBRE (onde basta medir a temperatura do corpo).

Em teoria, o uso de praticamente qualquer droga que altere a consciência produz estados psicóticos. Se você tomar chá de cogumelos e for para um hospital por motivo qualquer, se um psiquiátra for te examinar, certamente dira que você se encontra em um estado de psicose induzido por uso de drogas.

Logo, se você comeu um belo pedaço de bolo de maconha e ficou doidão ao ponto de ver coisas que lá não estavam, achou que não precisava usar tal e tal peças de roupa, se machucou por não conseguir manejar um objeto, não tinha a MINIMA idéia do que você estava fazendo naquele quarto àquela hora... PARABENS! você se encontrou num estado de psicose induzida por drogas! eu pessoalmente adoro.




0 user(s) are reading this topic

0 members, 0 guests, 0 anonymous users